Bombeiros mantêm vigilância no incêndio do Rasmalho

Bombeiros mantêm vigilância no incêndio do Rasmalho

144
PARTILHE
Risco de incêndio é hoje de nível 'máximo' em Monchique. Portimão, Silves, Lagos, Vila do Bispo e São Brás de Alportel têm risco 'muito elevado'
Risco de incêndio é hoje de nível ‘máximo’ em Monchique. Portimão, Silves, Lagos, Vila do Bispo e São Brás de Alportel têm risco ‘muito elevado’

Dezassete homens e sete viaturas é o efectivo que esta manhã assegura a vigilância do incêndio que ontem lavrou na localidade de Rasmalho em Portimão. 

As chamas que chegaram a ter duas frentes activas e foram combatidas por mais de 140 homens, três dezenas de viaturas e três meios aéreos, entraram em rescaldo durante a noite de ontem, depois do alerta de despacho inicial dos meios de combate ter sido dado pouco passava das 17 horas.

A acção dos bombeiros evitou, como avançou ontem ao POSTAL o Comando Distrital de Operações de Socorro, a chegada das chamas a uma zona de habitação e assim se pôde afastar o perigo para casas e pessoas, como adiantava já ao fim da noite a mesma fonte.

O risco de incêndio para o dia de de hoje, de acordo com a informação veiculada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera, é em Monchique de nível ‘máximo’, sendo ‘muito elevado’ nos concelhos limítrofes de Silves, Portimão e Lagos e, ainda, nos concelhos de Vila do Bispo e de São Brás de Alportel.

Facebook Comments

Comentários no Facebook