Fumo do incêndio de Monchique já se vê de satélite

Fumo do incêndio de Monchique já se vê de satélite

547
PARTILHE
Imagem de um satélite norte americano hoje cerca das 17 horas, onde se pode ver a mancha de fumo sobre o Algarve

O fumo provocado pelo incêndio de Monchique já é visível a partir dos satélites em órbita geridos quer pela NOOA (Administração Oceanográfica e Atmosférica dos Estados Unidos da América), uma agência do Departamento de Comércio dos EUA, quer pela EUMETSAT, a organização europeia de gestão dos satélites meteorológicos.

Recorde-se que como o POSTAL já noticiou o fogo estende-se já ao concelho de Portimão e levou já à evacuação do Hotel Pestana, junto ao Autódromo do Algarve.

Na imagem do satélite europeu pode também ver claramente a dimensão da mancha de fumo resultante do incêndio

As imagens disponibilizadas referem-se ao período entre as 17 e as 17.25 horas de hoje e a mancha de fumo com origem na Serra de Monchique estende-se de noroeste para sudeste ao longo de todo o Sul  doAlgarve até ao limite da fronteira com Espanha. 

De acordo com os dados do sítio da Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) na internet, neste momento o fogo é combatido por 500 meios humanos, entre bombeiros e outros profissionais da protecção civil, 170 meios técnicos e nove meios aéreos.

- Pub -

374 bombeiros, cinco homens da Força Especial de Bombeiros, 27 militares dos GIPS/GNR e quatro homens das Equipas de Sapadores Florestais, contam com a ajuda de quatro meios aéreos leves, dois médios e três pesados.

Veja a imagem de satélite em pormenor clicando sobre a foto abaixo:

Facebook Comments

Comentários no Facebook