GOVERNO LEGALIZA PLATAFORMAS COMO A UBER ATÉ AO FINAL DO ANO

GOVERNO LEGALIZA PLATAFORMAS COMO A UBER ATÉ AO FINAL DO ANO

300
PARTILHE
Proposta do Governo de regulação de actividade concorrente dos taxis quer tornar-se legislação definitiva do sector até ao final do ano
Proposta do Governo de regulação de actividade concorrente dos taxis quer tornar-se legislação definitiva do sector até ao final do ano

O Governo vai regulamentar a actividade de plataformas electrónicas como a Uber até ao final do ano, diz o ministro do Ambiente à imprensa nacional de hoje.

João Pedro Matos Fernandes revelz a vários jornais que o Governo tem já pronto o decreto para legalizar estas aplicações usadas para chamar um carro com motorista e que o diploma segue esta semana para os parceiros do sector, para um período de consulta pública.

- Pub -

O ministro espera que a legislação esteja em vigor até ao final do ano e realça que não prevê qualquer alteração ao regime dos táxis, com quem estas plataformas concorrem.

Segundo o que revelam hoje os jornais Público, Diário de Notícias e Negócios, referidos pela Agência Lusa, o diploma do Governo passa a exigir formação e um título aos motoristas.

Já os carros, que não podem ter mais de sete anos, passam a ter de estar identificados com um dístico, terão de ter um seguro semelhante ao dos táxis e serão obrigados a emitir uma factura eletrónica.

Os motoristas da Uber ou da Cabify não poderão apanhar clientes que lhes peçam para parar na rua (só podem ir buscar quem os chama através da aplicação) e não poderão usar as praças dos táxis ou os corredores reservados para transportes públicos nas cidades.

As plataformas serão consideradas fornecedoras de serviços de tecnologia, mas terão de pedir autorização ao regulador dos transportes para funcionar. Não terão, porém, os benefícios fiscais dos taxistas.

“É uma proposta que acaba com a concorrência desleal e defende muito os consumidores”, considera o ministro do Ambiente, citado pelo Público.

O Diário de Notícias destaca que com esta legislação Portugal será um dos primeiros países europeus a dar enquadramento legal a estas aplicações.

A actividade de plataformas como a Uber e a Cabify, duas das que operam em Portugal, é considerada ilegal pelos taxistas, que pedem a sua total proibição.

Lusa

Facebook Comments

Comentários no Facebook

Shopping cart

Total
Shipping and discount codes are added at checkout.
Checkout