Livro ‘Albufeira revisitada’ percorre as freguesias do concelho

Livro ‘Albufeira revisitada’ percorre as freguesias do concelho

457
PARTILHE
A primeira freguesia a receber a apresentação do livro é a Guia, amanhã, pelas 21.30

O livro “Albufeira revisitada”, cujo lançamento ocorreu a 20 de Agosto, Dia do Município, vai ser dado a conhecer às freguesias do concelho. A obra será oferecida aos 50 primeiros munícipes. Depois desta fase, o livro será colocado à venda.

A apresentação ficará a cargo do presidente da Câmara de Albufeira, Carlos Silva e Sousa, contando para o efeito com a presença dos autores, Luísa Monteiro, Idalina Nobre, Rui Gregório e Manuela Santos.

A primeira freguesia a receber a apresentação do livro é a Guia, amanhã, dia 8, às 21.30, no Salão Cultural e Recreativo. No dia seguinte, sexta-feira, será a vez de Olhos de Água, no Salão da antiga Junta de Freguesia, seguindo-se no sábado as Ferreiras, no salão do Futebol Clube local. As apresentações serão sempre às 21.30. No domingo, será em Paderne, também na sala da Junta de Freguesia, às 18 horas.

Trata-se de uma obra que traz ao público diversas memórias e factos que ainda não tinham conhecido publicação, acerca da História e do Património de Albufeira, tal como a produção do garum no período romano, o sábio árabe natural do Castelo de Paderne, a comenda de Avis, que era a única no Algarve, a roda dos órfãos, a procura de Albufeira por parte de cientistas estrangeiros ainda antes do Turismo e muitas outras curiosidades. Destaque ainda para o “resgate” de personalidades albufeirenses que o tempo fez esquecer, como é o caso de Diogo Leote, que foi Ministro da Justiça no Governo Constitucional de João Chagas e que impôs a separação entre mulheres e homens nas cadeias portuguesas, Mendonça de Vilalobos, o médico que trouxe o primeiro aparelho de Raio-X para o Algarve, Félix Negrão, um dos mais conceituados latinistas do século XIX e co-fundador da Academia de Ciências de Lisboa, assim como o Beato Vicente, Artur Águedo Miranda, um dos fundadores do jornal O Algarve e o republicano Francisco de Paula Baptista, boticário da maçonaria com loja em Paderne e primeiro presidente da Câmara de Albufeira após a queda da Monarquia, entre outros.

Facebook Comments

Comentários no Facebook