Praticantes de parapente resgatados após queda violenta na praia da Cordoama

Praticantes de parapente resgatados após queda violenta na praia da Cordoama

403
PARTILHE
Os sinistrados foram transportados para o hospital de Portimão com prognóstico reservado (Foto: Autoridade Marítima Nacional)

O capitão do porto e comandante-local da Polícia Marítima de Lagos coordenou, no dia 22 de Setembro, acções de resgate a dois praticantes de parapente que cairam após terem saído do miradouro da praia da Cordoama, em Vila do Bispo.

Os desportistas, de 44 e 45 anos e nacionalidade francesa, encontravam-se a praticar parapente, tendo embatido com bastante violência no areal. Do impacto, resultou duas fracturas expostas nos membros inferiores a um dos sinistrados e, possivelmente, uma lesão ao nível cervical no outro.

O alerta foi recebido através do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa (MRCC Lisboa), tendo sido, de imediato, empenhados para o local da acção, dois militares da Marinha, integrados no projecto “Sea Watch” do ISN de assistência a banhistas com uma viatura todo-terreno, e dois agentes com uma viatura do comando-local da Polícia Marítima de Lagos. 

No local encontravam-se os Bombeiros Voluntários de Vila do Bispo e os nadadores-salvadores da praia da Cordoama, que prestaram os primeiros socorros aos sinistrados. Os militares do projecto “Sea Watch”, ao chegar ao local, procederam à evacuação dos sinistrados para uma zona onde fosse possível a entrada das ambulâncias do INEM.

- Pub -

As operações iniciaram às 15 horas e terminaram por volta das 16.10, tendo os sinistrados sido transportados para o hospital de Portimão, com prognóstico reservado. 

Facebook Comments

Comentários no Facebook