Prisão preventiva para homem apanhado em flagrante a atear fogo na Fóia...

Prisão preventiva para homem apanhado em flagrante a atear fogo na Fóia (actualizada)

358
PARTILHE
O incêndio lavrou em Monchique durante mais de 24 horas

O homem suspeito de atear vários focos de incêndio na serra de Monchique vai aguardar julgamento em prisão preventiva, uma medida decretada esta tarde pelo Tribunal de Portimão.

Perante o juz, o suspeito terá admitido o crime que, na forma agravada, poderá ir até aos 12 anos de prisão.

Recorde-se que o homem de 49 anos, residente no concelho de Loulé, foi apanhado em flagrante a atear fogo na zona da Fóia, em Monchique, este sábado, tendo sido ouvido esta segunda-feira no Tribunal de Portimão, onde ficou a conhecer a pena aplicada.

À Lusa, o comandante operacional da Protecção Civil de Faro, Abel Gomes, confirmou, no sábado, que “o homem foi apanhado em flagrante a atear incêndios durante a tarde, tendo sido detido pelas autoridades policiais”.

- Pub -

(Com Agência Lusa)

Facebook Comments

Comentários no Facebook