Áurea e D.A.M.A são os nomes do Fim de Ano em Albufeira

Áurea e D.A.M.A são os nomes do Fim de Ano em Albufeira

441
PARTILHE
Carlos Silva e Sousa, presidente da autarquia, destacou a importância do evento

O município de Albufeira apresentou esta quarta-feira o programa de Fim de Ano no terraço panorâmico do Hotel Baltum, no centro da cidade. O cartaz, que tem a duração de cinco dias, tem como destaque Áurea e os D.A.M.A na noite de Réveillon e conta, como é hábito, com fogo-de-artifício, uma Star Parade, Paderne Medieval e o Festival Solrir que se estende aos primeiros dias do novo ano.

O programa é uma organização conjunta do município e da APAL

Carlos Silva e Sousa, presidente da autarquia, destacou a importância do evento, nomeadamente do impacto da iniciativa na promoção de Albufeira e o retorno económico para os empresários do concelho, tendo aproveitado a ocasião para apelar aos empresários para se associarem à Agência de Promoção de Albufeira (APAL) “porque o esforço financeiro deve ser repartido por todos para conseguirmos obter melhores proveitos a nível individual, o que em termos globais irá repercutir-se no engrandecimento do próprio destino”, diz o autarca, citado em nota de imprensa enviada pelo município às redacções.

O programa de Fim de Ano tem um orçamento de 100 mil euros

O presidente destacou a “excelência” do cartaz com artistas de renome no panorama artístico nacional que prometem trazer milhares de visitantes a Albufeira, tendo sublinhado que a programação tem também por objectivo levar as pessoas a desfrutar de outras zonas do concelho, que não apenas o centro da cidade, “por isso a importância do Paderne Medieval que dá a conhecer a beleza do barrocal, tirando partido do aspecto cultural, gastronómico, dos passeios pedonais e cicláveis, a iluminação de Natal, este ano um pouco mais reforçada, o Presépio de Natal na freguesia da Guia, o espectáculo Star Parade na Oura, o fogo-de-artifício com cinco pontos de lançamento e o Festival Solrir que traz a boa disposição para começar o ano da melhor forma”, refere o município na mesma nota de imprensa.

A Passagem de Ano de Albufeira é uma das maiores do país

O programa de Fim de Ano, que tem um orçamento de 100 mil euros, “pretende ser uma aposta forte no combate à sazonalidade”. Carlos Silva e Sousa alertou para a necessidade do investimento na promoção ser rentabilizado antes e depois do programa de Fim de Ano. “Não basta fazer um grande espectáculo, é necessário que antes e depois exista oferta a nível da restauração, alojamento, animação. Por isso lanço, desde já, um apelo aos empresários para que mantenham os seus estabelecimentos abertos para que os turistas quando chegam não encontrem as ruas desertas e os hotéis, restaurantes e bares de portas fechadas. Ou se opta por fechar e viver apenas do verão, ou decidimos não nos conformar com a sazonalidade porque temos muito para oferecer – clima, boa gastronomia, oferta cultural”. O presidente reforçou a ideia afirmando que para que tal aconteça há que apostar na qualificação dos recursos humanos, “o que não se consegue com recurso a trabalho precário, mas sim através da manutenção dos postos de trabalho e da formação”.

Cartaz
- Pub -

O repto foi bem acolhido por José Santos, presidente da APAL, que referiu que o aumento de voos no aeroporto internacional de Faro durante a época baixa aconselha a ouvir com atenção o apelo do presidente da Câmara para manter os estabelecimentos de portas abertas.

A opinião foi reiterada por Desidério Silva, presidente da Região de Turismo do Algarve. “Não podemos baixar os braços na questão da sazonalidade. Este ano tivemos um excelente ano turístico: recebemos milhares de visitantes devido a problemas de insegurança em destinos concorrentes que irão seguramente regressar. Por outro lado o aeroporto vai receber novos voos – mais 100 mil novos lugares criados, pelo que não faz sentido que ao chegar a Albufeira os turistas não encontrem onde dormir, onde comer, onde divertir-se”, afirmou.

O programa de Fim de Ano “pretende ser uma aposta forte no combate à sazonalidade”

Refira-se que em 2015 um estudo da Trivago indicou Albufeira como um dos destinos mais procurados pelos portugueses para a Passagem do Ano, posicionando-a no top 5 das preferências, a seguir a cidades como o Porto, Lisboa, Paris e Londres. A “marca” Fim de Ano de Albufeira é já uma garantia de sucesso, confirmada pela presença média de mais de 80 mil pessoas, ano após ano, na Praia dos Pescadores.

O programa é uma organização conjunta do município e da APAL.

Facebook Comments

Comentários no Facebook