Formalizado uso da Queijaria Experimental do Azinhal pela associação de criadores de...

Formalizado uso da Queijaria Experimental do Azinhal pela associação de criadores de caprinos

484
PARTILHE
O contrato assinado visa proporcionar um aumento da produção e atrair nichos de mercado
O contrato assinado visa proporcionar um aumento da produção e atrair novos mercados

A Câmara de Castro Marim celebrou com a Associação Nacional dos Criadores de Caprinos de Raça Algarvia um contrato de comodato para utilização das instalações da Queijaria Experimental do Centro Multiusos do Azinhal, por forma a viabilizar o projecto candidatado por esta associação.

A associação tem vindo a utilizar a Queijaria Experimental para prosseguimento das suas actividades, pelo que o Município pretendeu agora regular esta utilização e permitir a viabilização do Projecto de Ampliação e Alteração da Queijaria, candidatado no âmbito do aviso do DLBC Rural do Baixo Guadiana.

O contrato formaliza o uso da área actual da queijaria, mas também uma área adjacente, onde se concretizará o Projecto de Ampliação e Alteração da Queijaria destinado a aumentar as áreas úteis de serviço, a proporcionar um aumento da produção em boas condições de trabalho e atrair nichos de mercado com o processamento de queijo curado.

De referir que a Queijaria Experimental foi criada pelo município de modo a rentabilizar a actividade produtiva dos criadores de caprinos de raça algarvia, valorizando assim esta espécie autóctone, sendo a Associação a responsável pela actividade de produção e comercialização de queijo e iogurte de cabra, que distribui em diversos pontos de venda a nível local e regional.

Esta decisão insere-se numa política do Município “de apoio ao desenvolvimento rural e promoção dos produtos locais endógenos de qualidade. No que se refere à cabra de raça algarvia, têm sido várias as iniciativas, como, por exemplo, o recente apoio para aquisição do equipamento de recolha de leite”.

Facebook Comments

Comentários no Facebook