Câmara de Albufeira ausculta população sobre revisão do PDM

Câmara de Albufeira ausculta população sobre revisão do PDM

873
PARTILHE
Carlos Silva e Sousa destaca a importância da proximidade e transparência  com os cidadãos
Carlos Silva e Sousa destaca a importância da proximidade e transparência com os cidadãos

O Salão Nobre dos Paços do Concelho, em Albufeira, recebeu na passada sexta-feira um Fórum de Auscultação Pública no âmbito da revisão do Plano Director Municipal (PDM).

Tratou-se da primeira, de um conjunto de várias sessões que têm por objectivo saber o que pensa a população do concelho sobre a estratégia de desenvolvimento a traçar para Albufeira nos próximos anos.

Recorde-se que o PDM é um instrumento fundamental de ordenamento e gestão do território, que no caso de Albufeira já conta mais de 20 anos (em vigor desde 1995), o que naturalmente implica um desajustamento face à realidade actual.

O trabalho está a ser executado por uma equipa externa à autarquia, que classifica este PDM como “um plano de segunda geração e não uma mera revisão”. É um processo novo que tem por base uma herança que resulta de um território e de uma conjuntura pré-existente, esclarece Ricardo Tomé, director da RTGEO, a empresa que está a conduzir o processo. Como principais diferenças em relação ao documento anterior indica “a maior transparência, o rigor a nível da cartografia e a componente de execução”.

As próximas sessões de auscultação pública carecem de inscrição prévia
As próximas sessões de auscultação pública carecem de inscrição prévia

Carlos Silva e Sousa destacou que estas sessões são fundamentais porque fazem parte de uma estratégia de proximidade e transparência em que os cidadãos são chamados a participar nas políticas de desenvolvimento do concelho. “Estamos a traçar as linhas gerais que irão servir de base ao planeamento e desenvolvimento do território nos próximos anos. Este processo não pode ser feito em gabinetes fechados, longe da realidade. Temos que ouvir as pessoas, recolher as suas sugestões para que o futuro PDM reflicta os principais anseios e preocupações da população e para que a estratégia e o rumo definidos façam de Albufeira um concelho moderno, competitivo e com mais qualidade de vida para as presentes e futuras gerações”, afirmou justificando a necessidade e a obrigação de todos participarem no processo.

Sessões têm como objectivo conhecer as dúvidas e propostas dos albufeirenses
Sessões têm como objectivo conhecer as dúvidas e propostas dos albufeirenses

De salientar que a actual revisão do PDM, ao contrário da versão de 1995 que se baseia unicamente nas questões do ordenamento, nas condicionantes e no regulamento, assenta numa forte componente estratégica, definindo projectos e acções e uma preocupação evidente no que respeita à execução (programação/operacionalização).

As próximas sessões de auscultação pública estão programadas para as freguesias e carecem de inscrição prévia, que deverá ser efectuada para ricardo.msilva@cm-albufeira.pt ou através do telefone: 289 599 582.

No dia 12 de Novembro serão os cidadãos de Ferreiras e Paderne a serem ouvidos. As acções decorrem em simultâneo, pelas 15 horas, no Pavilhão do Clube de Ferreiras e no edifício da Junta de Freguesia de Paderne. A freguesia de Albufeira e Olhos de Água terá duas sessões no dia 19 de Novembro, ambas às 15 horas, na sede da Junta de Freguesia de Albufeira e nas antigas instalações da Junta de Freguesia de Olhos de Água. A última sessão está agendada para o dia 26 de Novembro, também no mesmo horário, no Salão Cultural e Recreativo da Junta de Freguesia da Guia.

Facebook Comments

Comentários no Facebook