Câmara de Lagos aprova proposta de orçamento para 2017

Câmara de Lagos aprova proposta de orçamento para 2017

626
PARTILHE
Câmara destinou 50 milhões, 36 mil e 149 euros para concretizar as Grandes Opções do Plano para 2017
Câmara destinou 50 milhões, 36 mil e 149 euros para concretizar as Grandes Opções do Plano para 2017

A proposta de Orçamento e as Grandes Opções do Plano (GOP) para 2017, que definem as linhas de desenvolvimento estratégico para Lagos, foram recentemente aprovadas pelo executivo municipal em Reunião de Câmara. As GOP para o próximo ano têm um valor global de 50 milhões, 36 mil e 149 euros.

O documento aprovado, e que inclui igualmente o Orçamento, o Plano Plurianual de Investimentos (PPI) e as Actividades mais Relevantes da gestão autárquica, soma mais três milhões e meio do que o de 2016. A valorização patrimonial, o reforço da aposta na educação e na área social, consubstanciadas numa gestão de rigor, são as áreas prioritárias de acção para o próximo ano.

De acordo com a presidente da autarquia, Maria Joaquina Matos, “o ano de 2017 será, para Lagos, um ano desafiante e um período determinante para a consolidação da estratégia que temos vindo a adoptar, assente essencialmente na transparência, rigor e preservação do equilíbrio financeiro da autarquia”. Será tempo de “unir esforços, tempo de parcerias activas, tempo de colaboração. Nesta missão contaremos inequivocamente com o apoio determinante das Juntas de freguesia do concelho, com quem reforçaremos os Acordos de execução e daremos continuidade a um trabalho de pormenor essencial à garantia do bem-estar das populações”, afirma ainda a autarca.

Na proposta aprovada no passado dia 26 de Outubro, e no que diz respeito à valorização patrimonial, será dada continuidade à estratégia de reafirmação de Lagos enquanto cidade histórica e de cultura. A valorização da oferta turística do município e a promoção dos seus recursos endógenos, uma aposta clara na educação (sendo aqui prioritária a requalificação dos equipamentos de ensino e a disponibilização, aos segmentos mais jovens, de manuais escolares) e, por fim, uma aposta na construção de um município cada vez mais sustentável, não só do ponto de vista ambiental, mas também estrutural, serão os grandes objectivos para o próximo ano. Será igualmente uma aposta deste executivo para 2017 o assumir da Rota da Escravatura como o projecto de reafirmação da marca “Lagos dos Descobrimentos”.

Segundo se pode ler no comunicado de imprensa enviado pela autarquia lacobrigense à nossa redacção, “as Grandes Opções do Plano para 2017 encontrarão o seu suporte num plano assente em cinco eixos estratégicos”, são elas: “Município dinâmico, competitivo e sustentável; município solidário, multicultural e inclusivo; município de diálogo, cidadania e participação cívica; município de história, arte e de cultura e município eficiente e inovador.

A Proposta de Orçamento e Grandes Opções do Plano para o ano de 2017, bem como o Mapa de Pessoal e o Plano de Formação para o próximo ano económico, serão submetidos à apreciação e aprovação da Assembleia Municipal. O documento ficará posteriormente disponível para consulta no Balcão Virtual da autarquia em www.cm-lagos.com.

Facebook Comments

Comentários no Facebook