Câmara de Vila Real vai baixar IMI em 2017

Câmara de Vila Real vai baixar IMI em 2017

1702
PARTILHE
Redução do IMI vai permitir aos munícipes uma poupança de milhares de euros.
Redução do IMI vai permitir aos munícipes uma poupança de milhares de euros.

A Câmara de Vila Real de Santo António anunciou que vai reduzir, em 2017, a taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) de 0,50% para 0,45%, no que respeita aos prédios urbanos, estimando uma poupança para os munícipes de vários milhares de euros.

“Esta opção foi feita a pensar no alívio da carga fiscal dos agregados familiares, já que, estando a autarquia abrangida pelo Fundo de Apoio Municipal (FAM), poderia determinar que a taxa máxima do imposto municipal pudesse ser fixada em 0,50%, tendo no entanto optado por baixar esse valor e adoptado medidas excepcionais de poupança interna para fazer face a essa redução de receita”, explica a autarquia em comunicado de imprensa enviado à nossa redacção .

Desta forma, a autarquia faz um esforço financeiro para “diminuir a carga fiscal aplicada aos vila-realenses, colocando-se, uma vez mais, ao lado das famílias, como também disso é exemplo a oferta de livros escolares a todos os alunos do primeiro ciclo ou o programa de cuidados oftalmológicos ‘Cuidar’”.

A título de exemplo, uma família com um imóvel com um valor tributário de 100 mil euros, que antes pagaria 500 euros/ano de IMI, passará agora a pagar 450, o que representa uma poupança efectiva de 50 euros.

A medida já foi aprovada em sede de reunião de Câmara e em Assembleia Municipal e tem em consideração o disposto no número 18 do artigo 112º do Código do Imposto Municipal sobre Imóveis (CIMI).

Também a pensar na requalificação do seu centro histórico, o município de Vila Real de Santo António aprovou a majoração em 30% da taxa de IMI a prédios urbanos degradados na zona histórica da cidade.

As restantes taxas e impostos serão fixadas nos mesmos valores do ano transacto: o IMI para prédios rústicos ficará nos 0,8%; a derrama nos 1,5% sobre o IRC de empresas e a taxa de participação variável do IRS em 5%.

Facebook Comments

Comentários no Facebook