Escolas de Loulé dão aulas na rua e plantam árvores no Dia...

Escolas de Loulé dão aulas na rua e plantam árvores no Dia da Cidade Educadora

585
PARTILHE
Loulé associa-se às comemorações do Dia Internacional da Cidade Educadora

Loulé associa-se às comemorações do Dia Internacional da Cidade Educadora, no próximo dia 30 de Novembro, com um programa que visa o envolvimento de toda a comunidade em diversas actividades.

Até este dia, vai estar patente ao público no Mercado Municipal de Loulé uma Mostra de Trabalhos, elaborados por crianças da Casa da Primeira Infância, intitulada “Aprender os Direitos da Criança desde o berço”.

Já no dia 29, pelas 21 horas, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, o filósofo francês Gilles Lipovetsky apresenta mais uma Conferência “Horizontes do Futuro”, com o tema “Cidades educadoras, actividades criativas e inclusão social”.

Durante a manhã de dia 30, as escolas aderentes participam na iniciativa “Hoje há aulas na rua”. A autarquia lançou o desafio aos professores para darem uma aula diferente, fora das paredes das salas de aula. Assim, as turmas que aderirem terão a oportunidade de ter aulas nas ruas da cidade ou na envolvente da escola, num ambiente descontraído.

Numa iniciativa do Centro Ambiental, os alunos do 1º Ciclo participam na actividade “Árvores para todos”. No mês em que se assinala o Dia da Floresta Autóctone, o município pretende levar as crianças a viajar pelo mundo das árvores e os seus serviços ecológicos, explorando questões como: “Que árvores existem em Portugal?”, “Quem vive nas árvores?” ou “Porque são tão importantes para os humanos?”. Os alunos da escola E.B. 1 Mãe Soberana irão plantar cinco exemplares de alfarrobeira.

Das 10 às 12 horas, no Mercado Municipal de Loulé, há espaço para um ‘showcooking’ e mostra de actividades por utentes da Associação EXISTIR.

Já na parte da tarde, o Centro Comunitário Vale Silves, o Cantinho da Amizade e a Associação Portuguesa da Oralidade promovem Oficinas de Partilha de Saberes, dando a conhecer à comunidade actividades que estão a cair em desuso mas que durante muitos anos fizeram parte da vida local. A actividade decorre no Centro Comunitário de Vale Silves.

No auditório da Escola Secundária de Loulé, das 15 às 18 horas, haverá uma Tarde de Cinema – A vida para lá da Escola, com a projecção do filme “O Clube dos Poetas Mortos” e o vídeo “O que é para si uma Cidade Educadora”. Esta é uma iniciativa organizada pela Associação In Loco, Escola Secundária de Loulé, Observatório de Educação e Universidade Sénior de Loulé, com o apoio da autarquia.

Às 21.30 horas, o Cine-Teatro Louletano recebe mais um concerto integrado no ciclo “O Longe é Aqui”, com Sérgio Godinho a juntar-se a Filipe Raposo e ao Ensemble de Flautas de Loulé.

Recorde-se que, em 2007, o município de Loulé aderiu à Associação Internacional das Cidades Educadoras (AICE), passando a integrar também a Rede Territorial Portuguesa de Cidades Educadoras, organismos que promovem a troca e partilha de experiências, no âmbito da Educação em toda a sua abrangência, e que entendem a cidade como um espaço de oferta de importantes elementos para uma formação integral do indivíduo.

Facebook Comments

Comentários no Facebook