Gonzalez Bravo expõe ‘A Solidão da Paisagem’ em Loulé

Gonzalez Bravo expõe ‘A Solidão da Paisagem’ em Loulé

468
PARTILHE
A entrada é livre
A entrada é livre

Inaugura este sábado, dia 5 de Novembro, pelas 17 horas, na Galeria de Arte do Convento Espírito Santo, em Loulé, a Exposição “A Solidão da Paisagem”, de Gonzalez Bravo, que terá curadoria de João Moniz.

“Gonzalez Bravo é um pintor mental, está sempre a trabalhar na sua obra, mesmo quando não tem o pincel na mão. Como ele próprio diz «um quadro é como uma equação não resolvida para a qual temos que encontrar resposta». E nos componentes desta equação está sempre a cor como condicionante fundamental e, juntamente com ela, a textura e as formas. Estas últimas variam desde um simples muro até formas mais ou menos geométricas”, descreve a Câmara de Loulé em nota de imprensa.

“Há uma auréola de misticismo em redor da obra, que é uma narração pertencente ao ‘Eu’ do artista, com uma espécie de linguagem secreta que o tempo acompanha e que funciona como destilador de toda a obra. Obra de uma coerência muito importante que se desenvolve como uma longa de canção de gesta”, continua a autarquia.

A exposição vai estar patente ao público até 31 de Dezembro e pode ser visitada de terça a sexta-feira, das 9.30 às 17.30 horas, e aos sábados, das 9.30 às 16 horas.

A entrada é livre.

Facebook Comments

Comentários no Facebook