Prémio Melhor PME de Teófilo Fontainhas Neto ‘é para os algarvios’

Prémio Melhor PME de Teófilo Fontainhas Neto ‘é para os algarvios’

14485
PARTILHE
desiderio-silva
Desidério Silva

O presidente da Região de Turismo do Algarve (RTA), Desidério Silva, felicitou a empresa algarvia Estabelecimentos Teófilo Fontainhas Neto, Comércio e Indústria, SA, sediada em São Bartolomeu de Messines, pelo prémio de Melhor PME no sector da Distribuição Alimentar, distinguido pela revista EXAME no quadro da 22ª edição de selecção das 1000 Melhores Pequenas e Médias Empresas do País.

A título pessoal, o presidente da RTA enviou as suas congratulações a Vítor Neto: “Venho expressar o orgulho que esta entidade sentiu ao ver galardoada a Empresa Teófilo Fontainhas Neto com a atribuição do prémio Melhor PME no sector de Actividade Distribuição Alimentar. A distinção deste estabelecimento vem realçar os padrões de qualidade do serviço na região e como tal é uma honra obter este reconhecimento que, mais do que um prémio para a empresa, é um prémio para todos os algarvios, especialmente os que se dedicam à actividade turística”, referiu.

Vítor Neto defende a importância da candidatura vitoriosa de Desidério Silva
Vítor Neto

Desidério Silva considera que 2016 foi um ano de “grandes sucessos e conquistas” no sector turístico e confessa sentir-se “extremamente orgulhoso” dos profissionais da região que através do trabalho, empenho e dedicação contribuíram para estes “excelentes resultados”. “A Estabelecimentos Teófilo Fontainhas Neto, presidida por Vítor Neto, é um grande exemplo desse profissionalismo”, disse o dirigente.

Natural de São Bartolomeu de Messines, Vítor Neto dirige um grupo empresarial com actividades nas áreas da agro-indústria, turismo e imobiliária. Além desse cargo, assume funções como presidente do NERA – Associação Empresarial do Algarve e foi, entre 1997 e 2002, secretário de Estado do Turismo.

“Vítor Neto é uma personalidade incontornável no turismo, profundo conhecedor e estudioso dessas questões e a quem o Algarve deve reconhecimento”, confessa Desidério Silva.

Facebook Comments

Comentários no Facebook