Algarve reforça turismo de natureza em Espanha

Algarve reforça turismo de natureza em Espanha

1044
PARTILHE
Flamingos
Flamingos

A Região de Turismo do Algarve (RTA) participa, pela segunda vez consecutiva, na Feira Internacional de Ornitologia (FIO), que vai realizar-se no Parque Nacional de Monfragüe, em Villareal de San Carlos (Extremadura, Espanha), de 24 a 26 de Fevereiro.

O Algarve marca assim presença na 12ª edição da feira dedicada à observação de aves, “com o intuito de reforçar o seu posicionamento como destino para ‘birdwatchers’ e para apresentar toda a sua oferta e recursos enquanto destino ‘verde’ através da promoção da iniciativa Algarve Nature Week (ANW), que este ano terá a sua 3ª edição”, refere a RTA em nota de imprensa.

A FIO espera receber este ano milhares de visitantes e cerca de uma centena de expositores, oriundos de várias partes do mundo. Destinado ao público em geral, o certame reúne a melhor oferta internacional de turismo de natureza e de ornitologia, com a presença de empresas especializadas, entidades públicas e associações do sector.

Caimão
Caimão

“A observação de aves, além de ser um motor de desenvolvimento regional pelo seu impacto económico e uma actividade em crescimento um pouco por todo o mundo, em especial na Europa, vem promover o turismo fora da época alta atenuando a sazonalidade, uma vez que é no Inverno que se dá a ocorrência no Algarve de uma grande quantidade de aves, especialmente aquáticas. Entre Setembro e Novembro, a península de Sagres converte-se mesmo no principal corredor migratório de aves de rapina em Portugal continental”, explica o presidente da RTA, Desidério Silva, citado na mesma nota de imprensa.

O Algarve tem vindo a estruturar a sua oferta de ‘birdwatching’, dotando-se das condições necessárias para a observação de aves
- Pub -

A região implantou no terreno observatórios de aves, passadiços, painéis informativos, sinalética e miradouros, criou a marca “Birdwatching Algarve” e lançou diversos materiais promocionais específicos, como o “Guia de Observação de Aves”, uma publicação onde consta informação técnica sobre as aves do Algarve, a migração, as aves exóticas, segredos e raridades regulares no Algarve, dicas e recomendações e ainda um mapa-índice de roteiros.

Garça
Garça

Durante a feira, o Algarve apresenta as suas condições “únicas” para a observação de aves: são mais de 250 as espécies que se podem encontrar na região, um território natural marcado por várias zonas protegidas – tais como o Parque Natural da Ria Formosa e o Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina -, muitas das quais classificadas como Zona Especial de Protecção para as Aves, com destaque para Sagres.

A presença da RTA na FIO vem ainda reforçar a divulgação da ANW, que terá lugar de 5 a 14 de Maio, destinado a este público-alvo, que pretende promover o Algarve como uma região que, para além do sol e mar, oferece propostas alternativas e diferentes e dessa forma captar procura nacional e internacional para além da época alta, com motivação de descobrir e experimentar as actividades de natureza.

A participação da RTA na FIO conta com um stand de 18 metros quadrados e insere-se no âmbito da candidatura ao Sistema de Apoio a Acções Colectivas (SIAC), projecto co-financiado pelo CRESC Algarve 2020 – Programa Operacional Regional do Algarve.

Facebook Comments

Comentários no Facebook