Câmara de Portimão decreta três dias de luto pela morte de Martim...

Câmara de Portimão decreta três dias de luto pela morte de Martim Gracias

1124
PARTILHE
MARTIM composição
Eleito em 1976 Presidente da Câmara de Portimão, permaneceu neste cargo por sucessivas reeleições até Dezembro de 1993

O município de Portimão tornou público durante a tarde desta terça-feira que mediante proposta da presidente da Câmara de Portimão, Isilda Gomes, foi decretado Luto Municipal de três dias pelo falecimento de Martim Gracias, presidente da Câmara de Portimão entre 1976 e 1993.

O féretro encontra-se em câmara ardente no Salão Nobre da Câmara Municipal de Portimão desde as 19 horas e até às 23 de hoje, e entre as 9 e as 14 horas de amanhã, dia 22 de Fevereiro, partindo para a Igreja do Colégio, onde decorrerão as cerimónias fúnebres, agendadas para as 15 horas, e respectivo cortejo apeado até ao Cemitério de Portimão.

Nascido em Lagos, a 27 de Março de 1934, Martim Gracias, veio residir para Portimão em 1962 onde exerceu, desde essa data, as funções de professor do ensino secundário no então Liceu Nacional de Portimão, actual Escola Secundária Poeta Antonio Aleixo, da qual em 1975 foi eleito Presidente do Conselho Directivo.

Eleito em 1976 Presidente da Câmara de Portimão, permaneceu neste cargo por sucessivas reeleições até Dezembro de 1993.

- Pub -

Foi fundador da Associação de Municípios Portugueses e da Associação de Municípios do Algarve, onde desempenhou os cargos de Presidente da Assembleia Geral e do Conselho de Administração.

Desempenhou ainda os cargos de Presidente da Assembleia Municipal de Portimão, entre 1994 e 2001, Presidente da Assembleia Distrital de Faro e Deputado à Assembleia da Republica pelo Algarve na VII Legislatura.

Em 1995 foi atribuída ao Arquitecto Martim Afonso Pacheco Gracias a medalha de serviços distintos, grau ouro, pela Câmara de Portimão.

Facebook Comments

Comentários no Facebook