Cineclube de Tavira exibe ‘Vida Activa – O Espírito de Hannah Arendt’

Cineclube de Tavira exibe ‘Vida Activa – O Espírito de Hannah Arendt’

955
PARTILHE
A filósofa alemã Hannah Arendt desenvolveu o célebre conceito da ‘banalidade do mal’
A filósofa alemã Hannah Arendt desenvolveu o célebre conceito da ‘banalidade do mal’

O Cineclube de Tavira apresenta na próxima quinta-feira, dia 16 de Fevereiro, pelas 21 horas, no Cine-Teatro António Pinheiro, o filme “Vida Activa – O Espírito de Hannah Arendt (Vida Activa: The Spirit of Hannah Arendt)”.

Trata-se de um documentário sobre a teórica política e filósofa Hannah Arendt, legendado em português com argumento de Ada Ushpiz. A fotografia é da responsabilidade de German Gutierrez, Philippe Lavatte e Itai Ne’eman. Integram o elenco Hannah Arendt (archive footage), Leon Botstein, Judith Butler, Alison Darcy.

A filósofa alemã Hannah Arendt (1906-1975) causou alvoroço na década de 1960 ao desenvolver o conceito subversivo da “banalidade do mal” referindo-se ao julgamento de Adolph Eichmann, sobre o qual escreveu para a revista The New Yorker. A sua vida privada não foi menos controversa graças ao seu caso amoroso com o célebre filósofo alemão, Martin Heidegger. Este documentário provocador e arrojado tenta contextualizar as reflexões de Arendt sobre o julgamento na sua carreira e aprofundar uma visão sobre o seu pensamento. Com base numa vasta quantidade de materiais de arquivo, oferece um retrato intimista da vida de Arendt, viajando pelos lugares onde viveu, trabalhou, amou e foi traída, enquanto escrevia sobre as feridas abertas dos tempos modernos.

Facebook Comments

Comentários no Facebook