Poeiras provenientes de África afectam qualidade do ar no Algarve

Poeiras provenientes de África afectam qualidade do ar no Algarve

1961
PARTILHE
poeira
Fenómeno é visível na sujidade dos carros

A qualidade do ar no Algarve está esta quinta-feira a ser afectada por poeiras provenientes do norte de África, um fenómeno recorrente na região, que se irá manter até sexta-feira, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

A agência Lusa refere que, de acordo com o IPMA, a mancha de poeira que se deve a uma depressão centrada na região de Marrocos, afectará com maior incidência as zonas do sotavento algarvio, o interior do Baixo Alentejo e o arquipélago da Madeira, embora os seus efeitos sejam também visíveis por todo o Algarve.

Na região do barlavento algarvio, o fenómeno manifesta-se por nebulosidade, sendo a poeira visível, principalmente nos veículos automóveis.

As partículas e poeiras em suspensão com origem no norte de África são recorrentes no Algarve, tratando-se de um fenómeno natural e frequente na Primavera e no Verão, que afecta a qualidade do ar ambiente, segundo a Agência Portuguesa do Ambiente.

- Pub -

O IPMA realça, em comunicado publicado na sua página da internet, que esta situação, que começou na terça-feira, “deverá diminuir gradualmente ao longo dos próximos dias”.

“Prevê-se que as poeiras continuem a afectar a região Sul e parte da região Centro, do continente, e a Madeira, até sexta-feira”, acrescenta.

O IPMA indica que, para esta quinta-feira, está prevista a possibilidade de ocorrência de aguaceiros no sotavento algarvio e no interior do Baixo Alentejo que, a ocorrerem, terão como consequência a deposição das poeiras à superfície, conclui a Lusa.

Facebook Comments

Comentários no Facebook