Polis termina Parque Ribeirinho e garante ponte da Praia em Faro

Polis termina Parque Ribeirinho e garante ponte da Praia em Faro

4679
PARTILHE
IMG_3509
Com um prazo de execução de 90 dias e um custo de 133 mil euros, a conclusão do Parque Ribeirinho passa pelo prolongamento do mesmo para norte

A Sociedade Polis Litoral Ria Formosa vai completar o quadro de obras previstas no seu programa para o concelho de Faro, com a obra de conclusão do Parque Ribeirinho de Faro a iniciar-se no terreno nos próximos dias e a ponte da Praia de Faro a estar assegurada quanto à respectiva construção.

Este é o resultado da última reunião do Conselho de Administração da Polis que levou a uma reafectação dos cerca de 6,5 milhões de euros existentes nos cofres da sociedade aos projectos que constavam do seu plano de intervenção e que abrangem os municípios algarvios que participam do capital da Polis, nomeadamente Faro.

Prolongamento Norte do Parque Ribeirinho entra em obra na próxima semana, um ano depois da inauguração da área de Lazer

O POSTAL apurou junto de fonte ligada à POLIS que a obra de Prolongamento Norte do Parque Ribeirinho de Faro avançará já na próxima semana.

Depois de mais de um ano após a inauguração, o Parque Ribeirinho a Polis começa assim a obra que se destina a finalizar aquela zona de lazer da capital algarvia.

- Pub -

Com um prazo de execução de 90 dias e um custo de 133 mil euros, a conclusão do Parque Ribeirinho passa assim pelo prolongamento do mesmo para norte, desde a zona onde terminava a área de intervenção inicial até à passagem de nível junto ao Hotel Ibis no Montenegro / Pontes de Marchil.

O prolongamento deste corredor inclui o arranjo do piso, iluminação e mobiliário urbano, bem como uma passagem hidráulica sobre a Ribeira de Marchil, garantindo assim a extensão da zona de lazer até às Pontes de Marchil e o acesso pelo Parque Ribeirinho de Faro até à zona baixa do Montenegro, conhecida como Quinta da Ria.

Polémica com privado que embargou a obra e dificuldades do empreiteiro parecem ter chegado ao fim

Parece assim estar finalizado o diferendo que opunha a Polis a um privado que detinha um terreno a meio do percurso agora em obra e que embargou o avanço da mesma judicialmente e, por via disso, o termo do parque de lazer.

Valter Alfaiate esteve no centro da polémica relativa ao termo do Parque Ribeirinho de Faro recusando-se a que o seu terreno fosse utilizado no prolongamento daquela infra-estrutura.

Entretanto, para a Administração da Região Hidrográfica do Algarve o terreno em questão integrava o domínio público hídrico e por isso a respectiva propriedade pertencia ao Estado.

Recorde-se que Valter Alfaiate chegou a cortar o caminho de acesso entre o Parque Ribeirinho e a zona da passagem de nível junto ao Hotel Ibis, fazendo com que quem atravessava a zona tivesse de circular junto à linha do comboio.

O POSTAL sabe que as obras avançam durante a próxima semana depois do empreiteiro a quem haviam sido adjudicadas ter entretanto entrado em processo especial de recuperação de empresa, mas tendo-se ainda assim conseguido que esta empreitada fosse executada apesar desta situação.

A Ponte da Praia de Faro está garantida

nova-ponte-praia-de-faro-grdEntretanto, e na sequência da reunião mantida entre o ministro do Ambiente e os accionistas da Polis, os municípios algarvios abrangidos pela área de intervenção do programa, a ponte da Praia de Faro ficou definitivamente assegurada quanto à respectiva construção, mantendo-se os termos da respectiva sustentabilidade financeira.

Assim, o envelope financeiro garantido para a obra, cujo custo se espera ronde os 2,4 milhões de euros, resulta em 50% dos custos a serem suportados pela autarquia (30% já entregues no capital social da Polis e 20% de investimento adicional) e os remanescentes 50% a serem garantidos pelo accionista Estado.

rogerio-bacalhau
Rogério Bacalhau aguarda que lhe seja remetido o protocolo necessário para o avanço do lançamento do concurso

Ao POSTAL o autarca Rogério Bacalhau diz que apenas aguarda que lhe seja remetido o protocolo necessário para o avanço do lançamento do concurso para a construção da ponte para a Praia de Faro, um documento a ser assinado pela Polis e pela autarquia e fundamental para o desenrolar de todo o processo de adjudicação da obra.

Facebook Comments

Comentários no Facebook