Segunda edição do ‘365 Algarve’ já está a ser preparada

Segunda edição do ‘365 Algarve’ já está a ser preparada

1444
PARTILHE
Dália Paulo, responsável pela programação do festival
Dália Paulo, responsável pela programação do ‘365 Algarve’

A segunda edição do programa ‘365 Algarve’, que visa a dinamização turística em época baixa tendo por base a produção artística e cultural, já está a ser preparada, com as candidaturas ao programa liderado por Dália Paulo a iniciarem-se já amanhã.

Assim, a partir de 6 de Fevereiro e até 31 de Março estão abertas as candidaturas para os agentes culturais que estejam interessados em ver as suas produções incluídas no programa do Turismo de Portugal que tem agitado, e de que maneira, o panorama cultural deste Inverno em que está a decorrer a primeira edição.

Primeira edição contou com um envelope financeiro de 1,5 milhões de euros
365-algarve-geral
Momento da apresentação da primeira edição do programa

Recorde-se que à frente da gestão do ‘365 Algarve’ está Dália Paulo, um dos mais notórios rostos regionais da área da cultura, que contou com um investimento do Governo através do Ministério da Economia, via Turismo de Portugal, de 1,5 milhões de euros, para pôr de pé a iniciativa na primeira edição.

Entre Outubro de 2016 e até ao mês de Maio de 2017, a verba de “1,4 milhões de euros destinados à programação cultural e o remanescente, 100 mil euros aproximadamente, à promoção, divulgação e outros encargos” – segundo dados divulgados ao POSTAL por Dália Paulo a propósito da primeira edição do programa – fez com que de uma só vez a região visse os apoios totais dados pelo Estado à cultura via Ministério da Cultura no seu todo, cerca de um milhão de euros/ano, se multiplicasse em cerca de uma vez e meia em 2016.

Região de turismo executa o programa cultural
desiderio 2
Foi através de uma candidatura proposta ao Turismo de Portugal por Desidério Silva, presidente da Região de Turismo do Algarve, que nasceu o 365 Algarve
- Pub -

As verbas investidas no primeiro ‘365 Algarve’ resultaram de uma candidatura da Região de Turismo do Algarve (RTA), presidida por Desidério Silva, feita ao Turismo de Portugal no quadro das funções de promoção e apoio ao turismo regional que a RTA tem a nível regional.

Mas mais do que os 1,5 milhões de euros do Estado, o investimento feito no 365 Algarve compreendeu a comparticipação das 16 autarquias da região, cujas candidaturas a este programa puderam ser apoiadas até 70%, e o investimento dos agentes culturais, caso em que os apoios do 365 Algarve podem chegar aos 90% do valor do projecto que candidatam a apoio.

Mais informações sobre o ‘365 Algarve’ poderão ser consultadas através do portal do Turismo do Algarve.

Facebook Comments

Comentários no Facebook