Teatro culinário elogia interculturalidade em Quarteira

Teatro culinário elogia interculturalidade em Quarteira

585
PARTILHE
pasta_e_basta_c_joseu_manuel_costa_0
Durante o espectáculo, de três horas e meia, são preparados três pratos diferentes que misturam as cozinhas: italiana, portuguesa, cabo-verdiana e indiana

A interculturalidade é o tema do teatro culinário “Pasta e Basta – Um Mambo Italiano” que é apresentado esta quinta-feira no Salão Paroquial da Igreja de São Pedro, a propósito das comemorações do centenário da freguesia de Quarteira.

O espectáculo de Giacomo Scalisi, em ‘cocriação’ com Miguel Fragata e Afonso Cruz, produzido pela COSANOSTRA, nasceu no Festival Todos – Caminhada de Culturas, que se realiza em Lisboa há oito anos.

“A ideia deste espectáculo é falar da interculturalidade a partir da comida, mostrando que as diferentes culturas têm comidas típicas e podem, a partir de um ingrediente, criar um produto novo e uma nova cultura”, explicou Giacomo Scalisi à agência Lusa.

Durante o espectáculo, de três horas e meia, são preparados três pratos diferentes que misturam as cozinhas: italiana, portuguesa, cabo-verdiana e indiana.

- Pub -

“As pessoas comem, gostam e, quando vão para casa, ficam a pensar nesta ideia de como um prato, que não existia, foi criado a partir de diferentes experiências e criar um novo sabor”, prosseguiu o artista.

Esta experiência gastronómica é acompanhada por dois actores que, com um texto de Afonso Cruz, apresentam uma história de amor, sobre pessoas e a sociedade actual.

A primeira sessão deste teatro culinário está marcada para as 19.30 horas, hora em que também estão marcados os espectáculos de sexta-feira e sábado, dias 10 e 11.

A última sessão é apresentada em Quarteira, no domingo, pelas 11.30 horas.

Os bilhetes estão à venda por cinco euros e dão direito a uma refeição.

A interculturalidade é uma realidade na freguesia de Quarteira, explicou à Lusa o presidente daquela junta de freguesia, Telmo Pinto, apontando que só nas escolas estão presentes cerca de 52 nacionalidades – pessoas de diferentes culturas que escolhem aquela freguesia litoral algarvia para viver e trabalhar e que se vão integrando na comunidade.

As quatro sessões do teatro culinário “Pasta e Basta – Um Mambo Italiano” estão integradas no programa de comemorações do centenário da freguesia, que termina a 13 de abril.

Um programa que, como Telmo Pinto explicou, tentou apresentar propostas complementares ao programa normal de eventos da freguesia, como é o caso das iniciativas “Conversas à Volta do Poder Local Democrático”, Laboratório de Memória e o programa de arte urbana “Dar Cor à Freguesia”.

Facebook Comments

Comentários no Facebook