ACTA estreia ‘Um espectáculo’ no Teatro Lethes

ACTA estreia ‘Um espectáculo’ no Teatro Lethes

518
PARTILHE
A peça tem como intérpretes Bruno Martins e Glória Fernandes
A peça tem como intérpretes Bruno Martins e Glória Fernandes

A Companhia de Teatro do Algarve (ACTA) vai estrear a peça “Um espectáculo” no dia 25 de Março, em Faro, uma produção onde dois “ingénuos pensam mudar e salvar o mundo”.

Escrita por Robert Pinget na década de 60 do século passado e adaptada por Luís Vicente e Elisabete Martins, a peça estreia-se no dia 25, às 21.30, no Teatro Lethes, em Faro, onde fica em cena até ao dia 2 de Abril.

“É a primeira vez que esta obra é apresentada em Portugal, e tem como enquadramento um texto do absurdo, com duas pessoas em conflitualidade de ideias, cada um para seu lado a tentar mudar e salvar o mundo”, contou à Agência Lusa Luís Vicente, o director artístico da ACTA.

De acordo com Luís Vicente, “ao desenho inicial proposto por Pinget, foram feitas algumas alterações”, adaptando a obra a uma personagem masculina e uma feminina, em vez das duas masculinas.

- Pub -

O espectáculo tem como intérpretes Bruno Martins e Glória Fernandes e encenação de Elisabete Martins.

“É no espaço que é um teatro, metáfora do mundo, que tudo acontece. Dois ingénuos, um encenador que pretende concretizar o espectáculo que idealiza, e uma produtora que o contradiz nas suas avalanches imaginativas e o faz ver a realidade da vida”, sublinhou.

Segundo Luís Vicente, o texto explora aspectos “em que se identificam afinidades com o universo de Samuel Beckett, embora Robert Pinget sugira outros que ultrapassam o absurdo e o vazio de comunicação e se projectam noutro tipo de conflitualidades”.

Fundada em 1995 por um grupo da Universidade do Algarve liderado pelo professor e pedagogo José Louro, a ACTA é uma estrutura de produção artística teatral com carácter profissional.

A peça “Um espectáculo” tem a duração de 70 minutos e será apresentada de segunda a sexta-feira, às 21.30, e aos domingos, às 16 horas.

Os bilhetes custam 10 euros, sendo de 7,50 euros para pessoas com mais de 65 anos.

- Pub -