CP apresentou o novo Alfa Pendular (com vídeo)

CP apresentou o novo Alfa Pendular (com vídeo)

2226
PARTILHE
- Pub -

A CP – Comboios de Portugal apresentou esta manhã o primeiro Alfa Pendular renovado, na Estação de Santa Apolónia, numa cerimónia que contou com a presença do ministro do Planeamento e das Infraestruturas.

A frota total de dez comboios Alfa Pendular será submetida a idêntica operação de remodelação, ao longo dos próximos dois anos, prevendo-se a conclusão de toda a renovação até ao final do ano de 2019, num investimento total de aproximadamente 18 milhões de euros.

O comboio que hoje chegou a Santa Apolónia para a sua apresentação pública, transportou cerca de 60 trabalhadores do Grupo CP que integraram a equipa responsável pela sua remodelação e que, desta forma, vieram juntar-se à cerimónia.

Este comboio, com designação técnica de CPA 4009, entra hoje mesmo ao serviço comercial, realizando a sua primeira viagem comercial pelas 16 horas entre Lisboa Santa Apolónia e Braga.

Os comboios Alfa Pendular entraram ao serviço em 1999, e desde então as 10 unidades desta frota Alfa Pendular já transportaram, no seu conjunto, mais de 26 milhões de clientes e percorreram mais de 45 milhões de quilómetros.

Linha do Norte com primazia na estreia do novo ALFA
CLIQUE SOBRE A IMAGEM PARA VER O VÍDEO
CLIQUE SOBRE A IMAGEM PARA VER O VÍDEO

Apesar de operar na linha do Sul e na linha do Algarve, na ligação Estação do Oriente / Tunes / Faro, a linha do Norte foi a escolhida para apresentar a nova versão do Alfa Pendular.

O Alfa Pendular liga as estações de Lisboa Oriente e Faro em três horas de viagem a bordo daquele que é, renovado ou não, o comboio de maior velocidade e conforto da frota da CP.

Recorde-se que mesmo no lançamento do Alfa Pendular a linha do Algarve apenas contou com o mesmo depois de preparada para o efeito, tendo entrado ao serviço na ligação Faro – Entrecampos e posteriormente Faro – Oriente.

O comboio de alta velocidade Alfa Pendular, série 4000 da CP é uma derivação do pendolino ETR 460 da Fiat, atingindo uma velocidade máxima de 220 quilómetros por hora, sendo que a tecnologia pendular lhe permite fazer curvas a velocidades mais elevadas que os comboios convencionais.