João Vasconcelos e José Amarelinho unidos contra exploração petrolífera em Aljezur

João Vasconcelos e José Amarelinho unidos contra exploração petrolífera em Aljezur

1083
PARTILHE
João Vasconcelos e José Amarelinho consideram que o Governo deve anular imediatamente a autorização concedida para o furo
João Vasconcelos e José Amarelinho falaram sobre o trabalho desenvolvido contra o prospecção em Aljezur

O deputado do Bloco de Esquerda, João Vasconcelos reuniu-se hoje com o presidente da Câmara de Aljezur, José Amarelinho, a propósito da possibilidade anunciada do consórcio ENI/GALP poder vir a realizar o furo de prospecção na Bacia do Alentejo, ao largo de Aljezur.

Conforme explica a autarquia aljezurense em comunicado de imprensa, “são sobejamente conhecidas as posições, quer do deputado, quer do autarca em relação à eventual exploração de hidrocarbonetos na região: total oposição!”.

A ocasião serviu igualmente para reafirmar a manifesta incompatibilização entre o desenvolvimento sustentável da região, fundamentalmente alicerçada em todas as vertentes e potencialidades turísticas, o incremento das energias renováveis e limpas, face à sinistra realidade que a prospecção, desenvolvimento e exploração de hidrocarbonetos poderá acarretar para o Algarve.

Ambos realçaram também a importância da luta e oposição que a sociedade civil vem fazendo a esta possibilidade, desde logo o papel fundamental desenvolvido pela ASMAA, pela PALP, pelo MALP, entre outros movimentos, em todo este processo.

Relembre-se que decorre em tribunal, desde o ano passado, uma providencia cautelar interposta pela AMAL, sobre a eventual possibilidade de vir a ocorrer este furo no deep offshore, à qual se juntou recentemente uma Participação apresentada pela ASMAA à PGR.

João Vasconcelos reforçou que o BE continuará o seu trabalho de monotorização e redobrada atenção a esta eventualidade, dando inclusivamente conta que tomará no curto prazo iniciativas parlamentares no sentido de reverter o “famigerado furo” e esclarecer factos duvidosos de todo este processo.

O autarca deu conta do trabalho que vem desenvolvendo junto do Governo, chamando a atenção para a irresponsabilidade e imprudência que constituirá a possibilidade de se realizar o primeiro furo em águas profundas, na Bacia do Alentejo, ao largo de Aljezur e de toda a área do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, bem como do desrespeito pela opinião de mais de 43 mil cidadãos no processo de discussão pública. Ambos consideram que o Governo deve de imediato anular a autorização concedida para o furo ao largo de Aljezur.

O presidente da Câmara de Aljezur congratula-se com “a visita, trabalho e preocupação que, quer o deputado João Vasconcelos, quer o BE têm desenvolvido e colocado nesta matéria”.

José Amarelinho aproveitou ainda a ocasião para entregar ao Deputado o Livro de Prestígio do Município “Aljezur, o Coração da Costa Vicentina”.

Facebook Comments

Comentários no Facebook