Luísa Schmidt vem à biblioteca de Tavira falar sobre ambiente

Luísa Schmidt vem à biblioteca de Tavira falar sobre ambiente

584
PARTILHE
Encontro conta com a presença de Luísa Schmidt, João Manuel Alverinho Dias e Miguel Proença
Encontro conta com a presença de Luísa Schmidt, João Manuel Alverinho Dias e Miguel Proença

A Biblioteca Municipal Álvaro de Campos, em Tavira, recebe no próximo dia 6 de Abril, pelas 18 horas, uma conferência com a autora de “Portugal: Ambientes de Mudança”, Luísa Schmidt, a qual conta com a colaboração de João Manuel Alverinho Dias e Miguel Proença.

Esta iniciativa visa fomentar o debate acerca das temáticas ambientais da actualidade, a relação com a natureza e o compromisso com um futuro sustentável. O ciclo contará com a presença de autores que com o seu trabalho influenciam e contribuem para o desenvolvimento de uma cultura contemporânea direccionada para as causas ambientais.

Luísa Schmidt é socióloga e investigadora do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa e coordenadora do OBSERVA – Observatório de Ambiente, Território e Sociedade. Participa em diversos projectos, nacionais e internacionais relacionados com Educação, Participação e Sustentabilidade. Publicou já diversos livros e é colunista regular do jornal Expresso.

João Manuel Alveirinho Dias é investigador no CIMA (Centro de Investigação Marinha e Ambiental) da Universidade do Algarve e doutorado em Geologia Marinha e Costeira.

- Pub -

Desenvolveu a carreira profissional nos Serviços Geológicos de Portugal, no Instituto Hidrográfico e nas Universidades do Algarve, de Lisboa e de Aveiro. Foi professor visitante/convidado, entre outras, nas universidades de Bordéus (França), Cádis (Espanha), Duke e Grand Valley (USA), Nápoles (Itália), São Paulo, Santa Catarina e Rio de Janeiro (Brasil), bem como em Southampton (Reino Unido). Tem mais de 200 artigos publicados, cerca de metade dos quais em revistas internacionais credenciadas.

Dedica-se, actualmente, à investigação nas áreas das interacções homem-meio, de história do clima e de história ambiental.

Miguel Proença é fotógrafo e o seu trabalho centra-se, neste momento, no ordenamento de território agrícola e florestal no Algarve, em particular, e, da paisagem, em geral.

Licenciado em Agronomia, pela Universidade da Flórida (Gainesville), concluiu uma pós-graduação em Estudos de Fotografia, no IADE (Instituto de Artes Visuais, Design e Marketing), e o mestrado, em

História de Arte, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas na Universidade Nova. Frequenta o doutoramento em fotografia e paisagem, na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa.

Esta iniciativa está integrada no ciclo de conferências “Ambiente com Livros – Livros com Ambiente”.

- Pub -