Presidente do PSD/São Brás será ouvido no parlamento sobre petição ‘Pela Salvação...

Presidente do PSD/São Brás será ouvido no parlamento sobre petição ‘Pela Salvação do CMR Sul’

1803
PARTILHE
- Pub -
Bruno Sousa Costa, presidente do PSD de São Brás de Alportel
Bruno Sousa Costa, presidente do PSD de São Brás de Alportel

O PSD de São Brás de Alportel entregou a Petição “Pela Salvação do Centro de Medicina de Reabilitação do Sul”, na Assembleia da República, no passado dia 7 de Dezembro.

Nesse sentido, na próxima quinta-feira, dia 30 de Março, Bruno Sousa Costa, presidente do PSD/São Brás, irá à Assembleia da República defender as razões que conduziram a que se avançasse para esta tão participada iniciativa.

Conforme refere a Comissão do Política do PSD de São Brás de Alportel em comunicado de imprensa, “o Centro de Medicina de Reabilitação do Sul está a funcionar a 50%, tem um piso encerrado e camas desaproveitadas, listas de espera a crescerem, o que põe em causa esta unidade de referência, a qual constitui uma resposta assistencial de grande qualidade para SBA e para o Algarve. O perpetuar deste impasse é lesivo para a instituição e para os seus utentes”.

Esta audição vem na sequência das cerca de duas mil assinaturas que subscreveram a petição e demonstram toda a sua solidariedade com esta iniciativa do PSD/SBA, que contou com o apoio dos são-brasenses de todos os quadrantes políticos e mesmo apartidários, que se juntaram na defesa de algo mais importante do que as suas ideologias políticas, São Brás de Alportel.

Recorde-se que nesta petição são exigidas “… respostas céleres por parte do governo (…), reiterando ainda a exigência da criação das condições necessárias ao retomar do pleno funcionamento desta unidade, em prol da defesa dos utentes e da defesa das condições de trabalho e motivação dos profissionais exigindo que se adopte um modelo de gestão em que seja garantida a autonomia de gestão (clínica, administrativa e financeira) do referido Centro“.

O PSD de São Brás lembra a este respeito, que “o Sr. Ministro da Saúde assegurou, em mais do que uma ocasião, que o grave problema estaria resolvido em 2016”.

Assim, Bruno Costa agradece “a todos os e amigos do nosso concelho que se solidarizaram com esta petição, subscrevendo-a, e tornaram possível a reunião do número de assinaturas necessárias para que a mesma seja discutida nesta audição. Esperemos que a solução seja célere, apesar do não cumprimento dos prazos legais pelo relator – Deputado do PS Luís Graça – esperando que de uma vez por todas, todos os constrangimentos estejam solucionados exigimos que seja apresentada uma solução que garanta a sustentabilidade e qualidade dos serviços prestados pelo Centro de Medicina de Reabilitação do Sul como outrora teve”.