Presidente do PSD/São Brás será ouvido no parlamento sobre petição ‘Pela Salvação...

Presidente do PSD/São Brás será ouvido no parlamento sobre petição ‘Pela Salvação do CMR Sul’

2001
PARTILHE
Bruno Sousa Costa, presidente do PSD de São Brás de Alportel
Bruno Sousa Costa, presidente do PSD de São Brás de Alportel

O PSD de São Brás de Alportel entregou a Petição “Pela Salvação do Centro de Medicina de Reabilitação do Sul”, na Assembleia da República, no passado dia 7 de Dezembro.

Nesse sentido, na próxima quinta-feira, dia 30 de Março, Bruno Sousa Costa, presidente do PSD/São Brás, irá à Assembleia da República defender as razões que conduziram a que se avançasse para esta tão participada iniciativa.

Conforme refere a Comissão do Política do PSD de São Brás de Alportel em comunicado de imprensa, “o Centro de Medicina de Reabilitação do Sul está a funcionar a 50%, tem um piso encerrado e camas desaproveitadas, listas de espera a crescerem, o que põe em causa esta unidade de referência, a qual constitui uma resposta assistencial de grande qualidade para SBA e para o Algarve. O perpetuar deste impasse é lesivo para a instituição e para os seus utentes”.

Esta audição vem na sequência das cerca de duas mil assinaturas que subscreveram a petição e demonstram toda a sua solidariedade com esta iniciativa do PSD/SBA, que contou com o apoio dos são-brasenses de todos os quadrantes políticos e mesmo apartidários, que se juntaram na defesa de algo mais importante do que as suas ideologias políticas, São Brás de Alportel.

- Pub -

Recorde-se que nesta petição são exigidas “… respostas céleres por parte do governo (…), reiterando ainda a exigência da criação das condições necessárias ao retomar do pleno funcionamento desta unidade, em prol da defesa dos utentes e da defesa das condições de trabalho e motivação dos profissionais exigindo que se adopte um modelo de gestão em que seja garantida a autonomia de gestão (clínica, administrativa e financeira) do referido Centro“.

O PSD de São Brás lembra a este respeito, que “o Sr. Ministro da Saúde assegurou, em mais do que uma ocasião, que o grave problema estaria resolvido em 2016”.

Assim, Bruno Costa agradece “a todos os e amigos do nosso concelho que se solidarizaram com esta petição, subscrevendo-a, e tornaram possível a reunião do número de assinaturas necessárias para que a mesma seja discutida nesta audição. Esperemos que a solução seja célere, apesar do não cumprimento dos prazos legais pelo relator – Deputado do PS Luís Graça – esperando que de uma vez por todas, todos os constrangimentos estejam solucionados exigimos que seja apresentada uma solução que garanta a sustentabilidade e qualidade dos serviços prestados pelo Centro de Medicina de Reabilitação do Sul como outrora teve”.

- Pub -