Tavira ganha novo cine-teatro

Tavira ganha novo cine-teatro

4341
PARTILHE

projecto antonio pinheiroQuase cinco milhões de euros é quanto vai custar a requalificação do Cine-teatro António Pinheiro em Tavira. A obra que é uma das mais esperadas no concelho e em particular na cidade do Gilão tem anos de promessas, avanços e recuos, mas desta vez está garantida a sua execução.

Na reunião de Câmara da passada terça-feira e pela mão da autarquia liderada por Jorge Botelho o lançamento do concurso público para a obra foi aprovado e com verba cabimentada e projectos todos concluídos e prontos a avançar, o cine-teatro renovado será efectivamente uma realidade.  “Depois de tantos anos Tavira vai ter uma sala de espectáculos de referência”, disse ao POSTAL o autarca, visivelmente satisfeito.

Obra vai dar traços de modernidade ao edifício

botelho jorge
Jorge Botelho considera o lançamento da obra uma conquista há muito esperada pelos tavirenses

De acordo com o presidente da Câmara “a obra é uma intervenção de fundo que mantendo a estrutura do actual edifício o renovará por completo e consolidará, dando-lhe ao mesmo tempo traços de modernidade”.

A sala de espectáculos que será a nova casa maior da cultura do concelho terá capacidade para 368 pessoas e, graças a cadeiras rebatíveis, poderá acolher até 600 pessoas, o que a torna especialmente versátil.

“Tavira passa a poder receber a grande maioria dos espectáculos que se realizam na região e no país com a qualidade que estes requerem e que os tavirenses merecem”, assegura Jorge Botelho.

Autarquia quer contar com financiamento do Estado e de dinheiro da Europa

O montante de investimento é elevado, como o é aliás na maioria dos casos de intervenções em salas de espectáculos muito degradadas como o cine-teatro tavirense, e a autarquia candidatou o projecto a apoios do actual quadro de ajudas do Estado e da União Europeia para a área dos equipamentos culturais.

“A candidatura não está aprovada, mas acreditamos que o será e independentemente disso a obra avançará”, diz o presidente da Câmara que, sem receios, promete lançar o concurso público “nos próximos dias”.