Deputados do PS/Algarve querem reabrir extensões de saúde fechadas pelo anterior Governo

Deputados do PS/Algarve querem reabrir extensões de saúde fechadas pelo anterior Governo

1379
PARTILHE
luis graca PS alto
Luís Graça é um dos deputados eleitos nas listas do PS/Algarve preocupados com a situação

Os deputados do PS eleitos pelo círculo de Faro questionaram o Ministério da Saúde sobre a estratégia da Administração Regional de Saúde do Algarve (ARS Algarve) para as extensões de saúde encerradas pelo anterior Governo PSD/CDS-PP, revelou em nota de imprensa o Grupo Parlamentar do PS.

Luís Graça, Jamila Madeira e António Eusébio lembram que “a estratégia política do anterior executivo de direita foi, em variadas matérias, a de cortar despesa pública” e sublinham que “era preciso ir além da troika, reduzindo e encerrando, muitas das vezes de forma cega, serviços e respostas públicas, onde as unidades de saúde, nomeadamente as extensões de saúde nas freguesias do interior, foram alvo prioritário”, uma crítica do deputado Luís Graça, membro da Comissão Parlamentar de Saúde”.

Extensão de Bordeira – Santa Bárbara de Nexe, no concelho de Faro, é um dos exemplos apontados pelos deputados

Os parlamentares socialistas apontam a extensão de saúde de Bordeira, na freguesia de Santa Bárbara de Nexe, como um dos exemplos dos cortes efetuados, deixando uma população maioritariamente idosa sem cuidados de saúde de proximidade. Foram entretanto efetuadas obras de melhoria no edifício pela população, de forma voluntária, mas a extensão continuou encerrada.

Também no concelho de Castro Marim, na freguesia do Azinhal, a extensão de saúde está encerrada desde 2013, por falta de condições do edifício. O município efetuou obras de reabilitação identificadas pela ARS Algarve, mas a extensão de saúde manteve-se encerrada.

Por isso, os deputados do PS perguntam se a ARS Algarve pondera reverter o encerramento das unidades de saúde de proximidade levada a cabo pelo anterior Governo PSD / CDS – PP, nomeadamente destas duas extensões de saúde e para quando será expectável a sua reabertura.