Odiana viu aprovada candidatura sobre Turismo Criativo

Odiana viu aprovada candidatura sobre Turismo Criativo

310
PARTILHE
- Pub -
A arte da Renda de Bilros pode ser aprendida numa das ‘Oficinas de Saber Tradicional’
A arte da Renda de Bilros pode ser aprendida numa das ‘Oficinas de Saber Tradicional’

No âmbito do projecto Creatour, a Odiana viu aprovada a sua candidatura “Oficinas do Saber Tradicional” na 1ª Chamada de Projectos Culturais/Criativos.

De um conjunto de 138 candidaturas foram seleccionadas, cinco por cada região, na qual a Odiana mereceu luz verde. A cada uma das entidades seleccionadas será atribuído um apoio pela participação no projecto de investigação, no valor de dois mil euros.

O projecto da Odiana, “Oficinas do Saber Tradicional” pretende, de forma dinâmica e interactiva, revitalizar e promover algumas tradições do Baixo Guadiana, envolvendo várias temáticas e diferentes públicos-alvo. A estratégia está focada na criação de pacotes turísticos com experiências únicas intituladas “Oficinas de Saber Tradicional”. Estas oficinas recaem sobre produtos exímios do território como as Salinas Tradicionais, o Pão Caseiro, Cestaria, Doçaria Tradicional, Empreita e Renda de Bilros.

Conforme explica a associação Odiana em comunicado de imprensa, “o projecto Creatour pretende desenvolver uma abordagem integrada e pilotar uma agenda de investigação centrada no turismo criativo em pequenas cidades e áreas rurais. Combina mapeamento cultural e exercícios de benchmarking com a análise de estudos de caso de turismo criativo. Este projecto irá organizar IdeaLabs regionais e nacionais, conferências internacionais anuais e desenvolver cursos de formação avançada e publicações”.

A sublinhar que a Odiana, através deste projecto, pretende “reforçar a identidade/cultura do Baixo Guadiana; dinamizar do interior do território e atrair mais turistas e população residente na cultura do BG”. Neste âmbito a Odiana participa dias 21 e 22 de Abril no 1º Idealab Regional, a acontecer na Universidade do Algarve, Campus de Gambelas.

O Creatour, tem uma duração de 24 meses, é coordenado pelo Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra e é financiado pelo Programa de Actividades Conjuntas (PAC) do Portugal 2020. Saiba mais em: http://www.ces.uc.pt/creatour/.