Suspeitos de matarem sem-abrigo ficam em prisão preventiva

Suspeitos de matarem sem-abrigo ficam em prisão preventiva

795
PARTILHE
- Pub -
Vítima mortal terá tentado proteger a filha e foi atingida
Os homens foram detidos esta semana pela Polícia Judiciária de Faro

Os dois homens suspeitos de terem matado, há duas semanas, um sem-abrigo junto ao estádio municipal de Loulé vão ficar em prisão preventiva, anunciou hoje o Ministério Público de Faro.

Os homens, de 39 e 44 anos, são suspeitos de, “na sequência de uma discussão, terem estrangulado até à morte um homem, de 54 anos, que pernoitava num carro abandonado”, lê-se numa nota divulgada pela Procuradoria da Comarca de Faro.

Os homens, que também viviam em viaturas estacionadas no mesmo local, foram detidos esta semana pela Polícia Judiciária de Faro e são suspeitos de um crime de homicídio qualificado.

Segundo a PJ, o crime ocorreu entre o final da tarde do dia 5 e a manhã do dia 6 de Abril, tendo os homens “estrangulado e saltado em cima do corpo de um homem, provocando lesões que lhe determinaram a morte”.

- Pub -

Depois de presentes a primeiro interrogatório judicial, na quarta-feira, o juiz decidiu aplicar-lhes a medida de coacção de prisão preventiva, segundo noticia hoje a Agência Lusa

O processo segue agora os seus termos no Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Faro, com investigação a cargo de Polícia Judiciária.

- Pub -