Alunos algarvios entre os vencedores do Campeonato Nacional de Aloha

Alunos algarvios entre os vencedores do Campeonato Nacional de Aloha

1845
PARTILHE
Alunos algarvios entre os vencedores do Campeonato Nacional de Aloha
Aloha Algarve iniciou a sua actividade em Fevereiro

O III Campeonato de Aloha realizou-se a 6 de Maio, no Norte Shopping, no Porto, e contou este ano com a participação de cerca de 170 crianças de todo o país.

O Aloha Algarve iniciou a sua actividade no passado mês de Fevereiro, no Colégio S. Gonçalo, na Luz, na Nobel International School de Porches e no Colégio João Paulo II, em Portimão.

Participaram oito alunos do Algarve

Foi a primeira vez que participaram alunos das três escolas e, de entre os oito alunos, dois deles alcançaram o 1º lugar nas duas categorias existentes. Yulian Teodósio, da Nobel International School, venceu a categoria dos Tiny e, nos Kids, Gonçalo Paulino António, do Colégio João Paulo II, foi o grande vencedor.

O Aloha Mental Arithmetic é o programa líder a nível mundial, nascido na Malásia em 1993, que se destina a crianças com idades entre os cinco e os 13 anos, e que tem como objectivo contribuir para o seu desenvolvimento mental de uma forma lúdica e divertida.

Os alunos potenciam o uso do hemisfério direito do seu cérebro ao mesmo tempo que apreendem a realizar mentalmente operações aritméticas de forma cronometrada e com a ajuda do ábaco.

Aloha é uma actividade lúdica japonesa

Idília Ramos, uma das delegadas do Algarve explica que esta “é uma actividade lúdica japonesa, com regras, bastante completas que permitem realizar operações matemáticas como a divisão, multiplicação, soma, subtracção, potências e até a raiz quadrada mentalmente”.

O programa chegou a Portugal há três anos, é praticado por quatro milhões de crianças e está presente maioritariamente em colégios privados. Nas escolas, o método de ALOHA é exercitado como actividade extracurricular ou mesmo como uma disciplina obrigatória, e anualmente é organizado um campeonato nacional onde os alunos têm de resolver correctamente 70 operações aritméticas em cinco minutos.

Este dia ficará na memória dos dois alunos e das suas famílias, pelo seu surpreendente desempenho ao trazerem os dois primeiros lugares para o Algarve, numa actividade que vai ser determinante para o seu futuro em termos de cálculo mental e gosto pela matemática.

(Cátia Marcelino / Henrique Dias Freire)

Facebook Comments

Comentários no Facebook