Portimão quer aumentar concessão de rotundas a privados

Portimão quer aumentar concessão de rotundas a privados

688
PARTILHE
Dificuldades económicas levaram a que a Câmara de Portimão passasse a manutenção das rotundas da cidade a privados

A Câmara de Portimão vai aumentar o número de rotundas concessionadas a privados, no sentido de envolver a sociedade na gestão e renovação da imagem da malha urbana da cidade, disse a presidente da autarquia.

“Neste momento temos 10 rotundas concessionadas e há 17 que estão em processo de concessão, sendo o interesse de tal ordem que vários privados manifestaram intenção de tomarem conta de rotundas que não fazem parte do processo”, indicou a presidente da Câmara de Portimão, Isilda Gomes (PS).

Em 2016, a autarquia decidiu entregar aos privados, através de concurso público, a gestão e exploração de rotundas, cuja manutenção dos espaços ajardinados tem como contrapartida a colocação de painéis publicitários.

A iniciativa, pioneira no Algarve, foi a solução encontrada pela autarquia para ultrapassar as dificuldades económicas e manter aqueles espaços ajardinados.

“Ao fim de um ano, o balanço é extremamente positivo e quem visitar as rotundas concessionadas chega facilmente à conclusão que foi uma decisão acertada”, destacou à Agência Lusa a autarca.

Projecto é para continuar

De acordo com Isilda Gomes, o município tem actualmente capacidade financeira para suportar os custos com a manutenção dos espaços verdes, mas “o êxito da iniciativa” levou a que o projecto fosse não só mantido como aumentado o número de rotundas concessionadas.

“Este projecto é para continuar, independentemente de a câmara ter capacidade financeira para assumir estes custos, mas é bom que tenhamos os empresários envolvidos na imagem da cidade”, assegurou a autarca, acrescentando que “a câmara nem sempre faz tudo melhor e, por isso, com o envolvimento da sociedade, há a certeza que a imagem da cidade será melhorada”.

Isilda Gomes anunciou que decorre actualmente um procedimento no valor de 700 mil euros para o arranjo e manutenção de todos os jardins e espaços verdes do município, sendo o concurso adjudicado depois de receber o visto do Tribunal de Contas.

“Teremos todos os espaços verdes e jardins com uma nova imagem, mas, ainda assim, continuo a acreditar que sejam concessionadas as novas rotundas, porque é um apelo à imaginação e à diferença”, concluiu a autarca.

Facebook Comments

Comentários no Facebook