Vítor Aleixo quer louletanos a tirar o máximo proveito da exposição LTMI

Vítor Aleixo quer louletanos a tirar o máximo proveito da exposição LTMI

1361
PARTILHE
Vítor Aleixo, presidente do Conselho Regional do Algarve e da Câmara de Loulé
Vítor Aleixo falou ao POSTAL sobre um dos maiores investimentos do concelho em Cultura no mandato

O presidente da Câmara de Loulé, Vítor Aleixo, não hesita em classificar  a exposição “Loulé. Territórios, Memórias, Identidades” (LTMI) como uma “oportunidade muito rara” para o concelho “em vários aspectos fundamentais”.

É a consciência desta realidade e do caso único e irrepetível nestes termos que é a exposição que ocupará o Mosteiro dos Jerónimos que transparece da entrevista que o autarca deu ao POSTAL e que está na base da fortíssima aposta da autarquia nesta montra do concelho e da sua identidade.

O autarca não tem dúvidas e classifica a LTMI como “o principal investimento da Câmara na área da Cultura durante este mandato, a par das comemorações do 43º aniversário do 25 de Abril e dos 40 anos do Poder Local”.

Criar um novo olhar sobre Loulé e um eixo de desenvolvimento assente na Cultura
transportes-escolares-loule
Câmara de Loulé vai levar à exposição em Lisboa todos os alunos das escolas do concelho

Vítor Aleixo acredita que “a exposição será um momento de afirmação da importância de Loulé no quadro da região e do país” e um “marco para uma nova visão do concelho que tem uma imagem consolidada enquanto destino turístico e que se mostra agora ao país e ao mundo numa nova perspectiva  de um concelho com um património histórico e arqueológico riquíssimo”.

“Esta nova faceta que mostramos de Loulé é extremamente importante para Loulé de forma geral e é uma mais-valia preciosa para um concelho que se quer afirmar como mais do que um simples destino turístico”, diz o presidente.

Investimento integrado

Vítor Aleixo, que cifra em “cerca de 250 mil euros” o investimento da Câmara neste projecto, realça que se trata de “um processo integrado que vai muito para além da exposição. Integra a entrada do Museu Municipal na Rede Nacional de Museus, um exaustivo trabalho de classificação, conservação, restauro e de património, que torna possível mostrar sete mil anos de história de um território ocupado por pessoas que amaram, lutaram, trabalharam… viveram em Loulé”.

Dália Paulo, comissária do 365 Algarve
Autarca destaca trabalho de Dália Paulo e da sua equipa que classifica de ‘dream team’ (equipa de sonho)

Um trabalho que uniu a equipa da Câmara de Loulé, em particular Dália Paulo e as suas colegas, que criaram uma verdadeira “dream team” para alcançarmos este objectivo, a que se juntou a equipa do MNA, muitos especialistas de renome e a preciosa colaboração de Lídia Jorge”.

É tudo isto que faz com que o autarca queira que todos os louletanos possam conhecer a exposição e a História do concelho através da LTMI em Lisboa. Para isso, a autarquia vai, desde logo, levar todos os alunos do concelho até à exposição em Lisboa, apostando nas novas gerações para alcançar um objectivo, o de que as pessoas tenham por esta via “uma motivação adicional para a sua auto-estima identitária” ao conhecerem este ‘outro Loulé’, remata o presidente.

Saiba mais sobre a exposição:

Exposição mostra sete mil anos da História de Loulé nos Jerónimos

Facebook Comments

Comentários no Facebook