PO Algarve 21 ‘fecha-se’ na próxima semana

PO Algarve 21 ‘fecha-se’ na próxima semana

766
PARTILHE
- Pub -
francisco_serra_ccdr
Francisco Serra, presidente da CCDR, fecha oficialmente o PO Algarve 21 na próxima terça-feira

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve vai encerrar oficialmente o programa operacional regional 2007 – 2013, PO Algarve 21, na próxima terça-feira em Faro.

A sessão de encerramento do programa terá lugar na sede da instituição regional, pelas 16.30 horas, presidida pelo actual responsável máximo da CCDR, Francisco Serra.

Entre 2007 e 2013, o PO Algarve injectou na economia regional 175 milhões de euros uma dotação substancialmente inferior à do programa agora em execução, o CRESC Algarve 2020, que conta com uma dotação financeira para comparticipar projectos da ordem dos 318 milhões de euros.

Como se repartiram os fundos do PO Algarve 21
- Pub -

Os 175 milhões de euros entregues à economia algarvia repartiram-se pelos Eixo 1 – Competitividade, Inovação e Conhecimento, com 88,6 milhões de euros; Eixo 2 – Proteção e Qualificação Ambiental que alavancou investimentos com a entrega de comparticipações de cerca de 19,3 milhões de euros; Eixo 3 – Valorização Territorial e Desenvolvimento Urbano, que somou perto de 60 milhões de euros e, finalmente pelo Eixo 4 – Assistência Técnica com uma alavancagem de 6,9milhões de euros.

A região do Algarve assumiu neste período de programação (2007-2013) o estatuto de phasing out do Objetivo convergência, o que teve como consequência uma forte redução de verbas em relação ao Quadro Comunitário anterior.

“Após a última reprogramação, o investimento total previsto no Programa, ascendia a 256 milhões de euros com uma comparticipação comunitária FEDER de 175 milhões de euros, tendo passado de uma taxa média de comparticipação de 49,7% no início do PO para 51,7% no final do mesmo”, revela a CCDR Algarve.

No final do período de programação, em 31 de Dezembro de 2015, tinham sido aprovadas 584 operações e foi realizado um investimento total de 339 Milhões de Euros com uma absorção total do FEDER atribuído (175 milhões de euros).

- Pub -