Armação de Pêra oferece Verão animado aos visitantes

Armação de Pêra oferece Verão animado aos visitantes

1304
PARTILHE
The Storm & The Sun
The Storm & The Sun são os próximos a actuar

A freguesia de Armação de Pêra oferece aos seus visitantes uma programação cultural com muita animação durante todo o Verão.

Vários grupos musicais fazem parte do programa cultural da freguesia e a primeira actuação aconteceu no passado dia 9 de Julho, com o Rancho Folclórico de São Bartolomeu de Messines e o Rancho Folclórico do Algoz, no espaço do antigo Mini-golf.

A próxima actuação fica a cargo dos The Storm & The Sun, a 18 de Julho, pelas 22 horas, na Fortaleza. O projecto tem raízes no folk/rock e blues, e dele fazem parte: Sara Badalo, na voz, percussão e teclados; e Pedro Matos, nas guitarras e baixo-elétrico.

A Banda da Sociedade Filarmónica Silvense sobe ao palco na zona do antigo Mini-Golf no dia 25 de Julho, às 22 horas. A formação musical nasceu em 1933 e é composta por 40 elementos, com idades compreendidas entre os 12 e 74 sendo que, o seu repertório aposta na adaptação de peças com origem na música rock de grupos como Xutos e Pontapés ou Quinta do Bill.

Animação cultural continua em Agosto

Alma Serrana é o primeiro grupo a actuar em Agosto, com uma música fortemente influenciada pelas tradições serranas do concelho. Logo no primeiro dia do mês, pelas 22 horas, a Fortaleza de Armação de Pêra recebe o grupo formado em 2014 pelo acordeonista Mário Dias.

 

Ricardo Martins
Ricardo Martins e Nelson Conceição actuam a 29 de Agosto no Largo da Igreja

A 29 de Agosto, no Largo da Igreja, Ricardo Martins e Nelson Conceição actuam às 22 horas com a guitarra portuguesa e o acordeão. Com carreiras fortemente implantadas e com visibilidade a nível nacional e internacional, os músicos trazem a Armação de Pêra a música do mundo e, em particular, o nosso fado.

A Fortaleza recebe o último concerto de Verão, a 30 de Agosto, com a presença dos S.O.S., que sobem ao palco pelas 22 horas. O grupo formado em 2013 é composto por quatro elementos: Mateus Pequeno na voz, Daniel Fonseca no viola-baixo, Francisco Ponciano no teclado e António Alfarrobinha na viola.

Todos os espectáculos são de acesso livre e incluem-se nas apostas feitas pela autarquia que promovem a descentralização do acesso à oferta cultural.

(Cátia Marcelino / Henrique Dias Freire)

Facebook Comments

Comentários no Facebook