Entidades reforçam apoio a Feira da Caça, Pesca e Mundo Rural

Entidades reforçam apoio a Feira da Caça, Pesca e Mundo Rural

1856
PARTILHE

A 22ª edição da Feira de Caça, Pesca e Mundo Rural abriu hoje, 7 de Julho, ao público, no Parque de Feiras e Exposições de Tavira, numa sessão de abertura marcada pela demonstração de apoio à organização da feira, por parte de todas as entidades presentes.

Esta é uma edição muito especial para Fernando Severino, director regional de Agricultura e Pescas do Algarve, porque “foi o ano em que mais se colocou em causa a actividade da caça. A sociedade não consegue compreender a realidade do que é o equilíbrio ecológico ou a correcção das populações. Nós não queremos javalis nem raposas nas praias”.

Neste sentido, Paulo Salsa, vice-presidente do conselho directivo do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas, deixou bem claro que esta entidade “está sempre a favor da actividade e trabalhará sempre com os caçadores e nunca contra eles”.

Algarve precisa destas actividades para se tornar numa região sustentável
FCPMR (23)
Algarve precisa das actividades do mundo rural

E porque o Algarve é muito mais do que praia, o presidente da Região de Turismo do Algarve (RTA), Desidério Silva, marcou presença na abertura da feira, onde também ele reforçou o apoio da RTA à realização do evento. “Só quem não consegue perceber ou trabalhar na conservação das espécies e naquilo que é o equilíbrio é que não entenderá a importância das associações de caçadores. O Algarve também precisa destas actividades do mundo rural porque é aqui que os recursos endógenos são utilizados de uma forma natural e genuína”. Na opinião de Desidério Silva, é desta forma que a região se consegue estabilizar e sustentar durante quase todo o ano e não só durante o Verão.

Jorge Botelho, presidente da Câmara Tavira que é parceira na organização da feira, não hesitou e deixou bem claro que “a Câmara está aqui por convicção no apoio a esta iniciativa”. O autarca afirma que a Câmara pretende que o evento promova a caça, os animais, e o bem-estar desses animais. “Obviamente que o município está interessado em que se façam coisas positivas para promover todo este mundo que aqui está”.

José Cid e Rita Guerra são as atracções do cartaz cultural
FCPMR (6)
Vítor Palmilha quer continuar a realizar a feira em Tavira

Hoje a noite é animada pela actuação de José Cid e amanhã, 8 de Julho, é Rita Guerra quem sobe ao palco da 22ª Feira de Caça, Pesca e Mundo Rural.

Como o POSTAL noticiou, até ao próximo domingo, 9 de Julho, cerca de 170 stands fazem as delícias dos amantes da caça e da pesca, num total de 40 mil metros quadrados de área de exposição e um investimento que ronda os 200 mil euros, dos quais 90 mil correspondem ao apoio dado pela Câmara de Tavira.

Vítor Palmilha, presidente da Federação de Caçadores do Algarve, reforçou mais uma vez que “nada disto era possível sem o apoio da Câmara” e garante que a sua vontade é continuar a realizar a feira em Tavira.

Na sessão de abertura também marcaram presença o presidente da Assembleia Geral da Federação de Caçadores do Algarve, Fernando Medronho, Graça Mariano, da Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária, e outras entidades da região.

(Cátia Marcelino / Henrique Dias Freire)

Facebook Comments

Comentários no Facebook