MAI anuncia curso para formação de 200 novos chefes na PSP

MAI anuncia curso para formação de 200 novos chefes na PSP

864
PARTILHE
policias
Ministra anunciou a abertura do curso na cerimónia que assinalou os 150 anos da PSP (Foto: Tiago Petinga / Lusa)

A ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, anunciou esta quinta-feira, 13 de Julho, a abertura de um curso para a formação de 200 novos chefes e a realização de promoções na Polícia de Segurança Pública.

“Posso anunciar que foi autorizada a abertura de um curso para a formação de chefes, 200 vagas, o que vai permitir a agentes aceder também a esta categoria”, disse a ministra, na cerimónia que assinalou os 150 anos da PSP.

Constança Urbano de Sousa adiantou também que estão em fase de conclusão os procedimentos para a promoção de 90 agentes principais a agentes coordenadores e de 90 chefes principais a chefes coordenadores, prevendo-se que os respectivos cursos tenham início no próximo mês de Setembro.

Os postos de agente e chefe coordenadores foram criados no estatuto profissional da PSP, que entrou em vigor em Dezembro de 2015, e ainda não tinham sido iniciados os respectivos cursos.

- Pub -

No discurso, a ministra avançou igualmente que estão a decorrer os respectivos procedimentos para a promoção de 122 chefes a chefe principal e de 179 subcomissários à categoria de comissário.

“Naturalmente que tenho consciência dos constrangimentos que existem no contexto actual. Não obstante, já foi possível dar passos muito concretos na valorização das carreiras dos polícias da PSP”, disse, sublinhando que já se começou a aplicar a nova tabela salarial da PSP, o que permitiu a um conjunto muito significativo de polícias ver a sua situação salarial melhorada, além de recentemente terem sido promovidos 500 agentes, 32 comissários e 11 intendentes.

 

287 polícias terminam a sua formação

Na cerimónia, a ministra afirmou que os 287 novos polícias, que terminam a sua formação e assumiram o compromisso de honra durante a cerimónia de aniversário, vão contribuir “para reforçar o efectivo dos comandos da PSP espalhados pelo território nacional”.

Dirigindo-se aos novos agentes, Constança Urbano de Sousa disse: “O juramento que acabaram de fazer liga-vos aos mais nobres valores que deverão sempre orientar a vossa honrosa missão de contribuir para um país cada vez mais tranquilo e seguro, de cumprir a lei e respeitar os valores máximos do estado de direito. A sociedade conta com a vossa dedicação, profissionalismo, competência, isenção, imparcialidade, e defesa da constituição e da Lei”.

Destacando a lei de programação de infra-estruturas e equipamentos para as forças e serviços de segurança recentemente aprovada, a ministra anunciou ainda que já foi autorizado o lançamento de um concurso plurianual de cerca de 50 milhões de euros, que permitirá entregas programadas e anuais de viaturas nos próximos anos.

“Queremos assim, ter uma polícia mais bem equipada e melhor preparada para enfrentar os desafios cada vez mais difíceis no mundo em que vivemos”, afirmou à Agência Lusa.

A cerimónia dos 150 anos da PSP, que decorreu na praça do Império, em Lisboa, foi presidida pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e contou também com as presenças do presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, e do primeiro-ministro, António Costa.

Facebook Comments

Comentários no Facebook