Sardinha é a rainha da festa em Portimão

Sardinha é a rainha da festa em Portimão

1632
PARTILHE
Festival da Sardinha
Organização aposta na diversidade para tentar chegar a todas as gerações

O Festival da Sardinha traz à zona ribeirinha de Portimão a deliciosa sardinha assada para petiscar ao som de músicas bem conhecidas, numa festa para toda a família que acontece no início do próximo mês, entre 2 e 6 de Agosto.

“Tentar diversificar e chegar a todas as áreas e a todas as gerações” é o principal objectivo do evento, de acordo com Isilda Gomes, presidente da Câmara de Portimão. Ao tradicional e característico aroma da sardinha assada juntam-se muitas outras actividades que pretendem promover aquilo que de melhor se faz na região. Na zona de exposição junto à antiga lota, no Jardim Bívar, as artes e os ofícios preenchem uma zona dedicada ao artesanato e sabores regionais, onde não faltam os doces de amêndoa, licores e produtos tradicionais de qualidade.

Diariamente, a animação é uma constante com música no coreto, das 19.30 às 21.30 horas; concertos de artistas nacionais bem conhecidos, no palco principal, pelas 22 horas; artesanato; doçaria; animação de rua; e muitas outras propostas.

Além da sardinha, existem ainda outras actividades diferentes que acontecem na mesma altura do evento e vêm completar e diversificar ainda mais o cartaz do festival. “Temos os divertimentos infantis, a Feira do Livro, e o espectáculo ‘Noivo por Acaso’, de Fernando Mendes”, que promete arrancar gargalhadas, juntamente com Jorge Mourato, Carla Andrino e Patrícia Tavares.

Evento conta com dois mil lugares divididos por oito restaurantes aderentes 
_capa sardinha
Oito restaurantes de Portimão aderiram à iniciativa

Preparadas pelos cozinheiros dos mais tradicionais restaurantes da cidade, os visitantes “podem optar pela sardinha no pão, nos dois pontos de venda da GEJUPCE e Boa Esperança, ou pela sardinha no prato, acompanhada pela salada algarvia, num dos restaurantes aderentes”.

Este ano, o Festival da Sardinha conta com dois mil lugares, divididos por oito restaurantes que aderiram à iniciativa ‘Aqui há Sardinha’: À Ravessa, Casa Bica, Dona Barca, Forte e Feio, O Meco, Retiro do Peixe Assado, Ú Venâncio e Zizá.

Cartaz musical foi pensado para atrair todo o tipo de público
Festival da Sardinha
Aurea sobe ao palco no primeiro dia do evento

Pelo palco principal do evento actuam todas as noites diferentes estrelas do panorama musical nacional. Aurea vai abrir o evento, logo no dia 2 de Agosto, e apresentar ‘Restart’, o mais recente álbum lançado, composto por 12 canções com muito soul, jazz, rock e uma certa sensibilidade pop.

No segundo dia do evento, 3 de Agosto, o artista local Reflect anima a noite algarvia. Pedro Pinto começou um percurso a solo no mundo da música em 2003, e já lançou os álbuns ‘Último acto’ e ‘Reflect’.

A 4 de Agosto os Átoa sobem ao palco para mais um espectáculo “#viverÁTOA” que percorre Portugal desde o início do ano.

Cuca Roseta volta ao Algarve no dia 5 de Agosto com ‘Riu’, o último álbum de originais da dona de uma das mais reconhecidas vozes do fado da actualidade.

O compositor, cantor e produtor João Só actua no Festival da Sardinha a 6 de Agosto, para apresentar o novo disco, ‘Até que a Morte Nos Separe’, construído a partir da experiência pessoal do artista.

“Um belíssimo cartaz”, afirma Isilda Gomes, complementado pela animação no tradicional Coreto, que dá destaque à música popular portuguesa, brasileira, blues e fado, numa iniciativa da Junta de Freguesia de Portimão. Pelo palco da Freguesia de Portimão vão passar artistas como: Renato Reis (2 de Agosto), Teresa Viola (3 de Agosto), Escola de Fado BEACP (4 de Agosto), Sephirah (5 de Agosto) e Fonte Nova (6 de Agosto).

(Cátia Marcelino / Henrique Dias Freire)

Facebook Comments

Comentários no Facebook