Fagar investe mais de 250 mil euros na rede de água do...

Fagar investe mais de 250 mil euros na rede de água do Alto Rodes

891
PARTILHE
Alto Rodes
Uma das ruas onde a rede será requalificada é a Gago Coutinho

Mais de 40 anos depois da sua instalação, a rede de abastecimento de água da zona baixa do Alto Rodes, em Faro, vai ser alvo de uma intervenção que a renovará integralmente. Ao POSTAL o presidente do Conselho de Administração da Fagar, a empresa responsável pelo abastecimento de água no concelho, confirmou que “a primeira fase dos trabalhos já está a decorrer” e que “em meados de Setembro começam a ser instaladas as novas condutas”.

A zona da intervenção

A intervenção que renovará as velhas e problemáticas condutas da zona abrangerá toda a área da zona baixa do Alto Rodes e compreende as ruas Coronel António Santos Fonseca, Féria Pavão – incluindo o troço a ser construído pela Câmara de Faro em breve -, Gago Coutinho, Ascensão Guimarães e Carvalho Araújo.

Cinco ruas onde está neste momento em fase final de instalação o sistema de condutas à superfície que vai substituir a rede enterrada de água durante os trabalhos.

Instalação da nova rede avança em meados de Setembro

“Em meados de Setembro vamos avançar com a instalação da nova rede de condutas por troços, de forma a causar o menor impacto possível na vida das pessoas e na circulação automóvel”, avançou ao POSTAL Paulo Gouveia da Costa.

O responsável pela Fagar realça que “exactamente porque quisemos intervir com a menor perturbação possível, seguimos aquelas que são as melhores práticas neste tipo de trabalhos e estamos a terminar a instalação de uma rede provisória de abastecimento, à superfície, que garante a todos os consumidores a manutenção da qualidade e da pressão da água que chega a cada casa”.

Intervenção de mais de 250 mil euros obedece às prioridades do Plano de Intervenção e Requalificação de Condutas

A obra constituída por três empreitadas, que somadas têm um custo de mais de 250 mil euros, pode mesmo ultrapassar os 300 mil euros com “algumas intervenções acessórias que teremos de fazer na sequência dos trabalhos”, diz Paulo Gouveia da Costa.

A obra avança no Alto Rodes de acordo com aquelas que são as prioridades definidas no Plano de Intervenção e Requalificação de Condutas (PIRC) elaborado pela Fagar em 2014 e que identificou os pontos mais críticos da rede de condutas da cidade estabelecendo uma criteriosa lista de prioridades.

“Até 2015 nem um metro de condutas foi requalificado em Faro”

“O PIRC foi um extenso trabalho técnico de levantamento dos problemas da rede da cidade que desde que foi instalada não teve qualquer intervenção de requalificação”, diz Paulo Gouveia da Costa, que sublinha, “até 2015 nem um metro de condutas foi requalificado em Faro”.

“Com o PIRC estabelecemos prioridades e desde a sua elaboração já investimos mais de  meio milhão de euros em requalificação de condutas antigas nas ruas Serpa Pinto, do Alportel, Guilherme Centazzi, Sporting Clube Farense e na Estrada de São Luís”, lembra.

“Com isto (realça o responsável da empresa municipal) e com o software que adquirimos para controlo e gestão dos depósitos de água e das condutas da cidade já conseguimos baixar as perdas de águas de 21 para 18% e com isso poupar anualmente 150 mil euros de água desperdiçada”.

A obra será integralmente realizada com fundos próprios da Fagar e sem recurso a qualquer empréstimo ou financiamento externo à empresa.

Facebook Comments

Comentários no Facebook