Silves revive torneio de armas a cavalo por D. Afonso VI de...

Silves revive torneio de armas a cavalo por D. Afonso VI de Castela

798
PARTILHE
feira medieval silves
A XIV Feira Medieval de Silves realiza-se de 11 a 20 de Agosto, no centro histórico da cidade

Os torneios da XIV Feira Medieval de Silves contarão um episódio que faz parte da história do personagem central deste evento: a oferta de um torneio de armas a cavalo por D. Afonso VI de Castela, que tem uma relação directa com a estratégia usada na manutenção do reino de Sevilha em poder dos Abádidas, dinastia árabe que surgiu no século XI no Al-Andalus e à qual pertenceu Ibn Ammar.

Os visitantes serão convidados a recuar até à segunda metade do século XI, época em que a Xilb, até aí reino independente, perde a sua autonomia e é inserida no reino Taifa de Sevilha. É um período de alguma acalmia interna mas marcado por episódios de confronto com outros estados que o forte reino de Sevilha pretendia aglutinar.

Silves teve como governante Al-Mut’amid, o célebre rei poeta, tendo-se-lhe seguido Ibn Ammar, seu amigo de longa data, tão dotado para a poesia como para a política e uma das figuras mais marcantes da história do nosso território.

Nascido em 1031 em Xanabûs (S. Brás de Alportel), é figura central de uma das cidades mais esplendorosas do Gharb al-Andalus, XILB – e absolutamente indissociável de Al-Mut’amid, que conhece na corte de Sevilha. Ibn Ammar é um homem de letras mas também um hábil diplomata, tornando-se imprescindível ao rei de Sevilha, que coadjuva no desenho da sua estratégia politica e militar. Com a ida de Al-Mut’amid para Sevilha Ibn Ammar torna-se Vizir da Xilb mas continua a auxiliar a empresa expansionista do reino Abádida.

- Pub -

Célebre ficou a estratégia utilizada para manter o reino de Sevilha em poder dos Abádidas. Consistiu a mesma na disputa de um torneio de xadrez em que quem ganhasse poderia pedir o que quisesse ao derrotado. Ibn Ammar derrotou o rei de Castela e pediu-lhe que abandonasse de imediato o território que mantinha cercado. Sevilha manteve-se, assim, nas mãos dos muçulmanos.

O jogo de xadrez foi precedido de cerimónias várias e da troca de presentes. D. Afonso VI de Castela presenteou o Vizir muçulmano com um magnífico torneio de armas a cavalo, que será reproduzido nos torneios a realizar durante a Feira Medieval e a que todos estão convidados a assistir. O contexto histórico será o real, mas a realização e oferta do torneio são imaginários, tal como serão fantasiados o local e o ambiente onde decorre a acção.

De salientar que Torneio Medieval é uma das experiências mais fortes da Feira Medieval. Com duas sessões diárias (pelas 20 horas, 1.ª sessão, e pelas 22.30, 2.ª sessão), numa liça construída de forma a fazer jus à época, cavaleiros e combatentes apeados defrontam-se com grande maestria, Mostrando Aos Presentes Como Seriam Os Combates De Outros Tempos.

A XIV Feira Medieval de Silves terá lugar de 11 a 20 de Agosto, no centro histórico desta cidade. Entre as 18 e a 1 hora os visitantes poderão experimentar dois torneios a cavalo, animação exclusiva no Castelo, manjares medievais e a imponência dos monumentos, neste evento que é organizado pela Câmara Municipal de Silves.

Facebook Comments

Comentários no Facebook