PS quer parque de campismo e autocaravanismo em Alcoutim

PS quer parque de campismo e autocaravanismo em Alcoutim

760
PARTILHE
2017©www.tempusdexposicao.com
Osvaldo Gonçalves quer voltar a liderar Alcoutim e tem projectos para isso nesta corrida eleitoral

Osvaldo Gonçalves é o homem do momento à frente dos destinos do concelho de Alcoutim depois de ter feito o concelho regressar às mãos do PS em 2013.

É neste mesmo político, alcoutenejo e entregue à causa pública, que o PS volta a apostar para reconquistar a 1 de Outubro a autarquia.

Entre as propostas de quem se diz conhecedor das dificuldades do concelhos estão o combate ao despovoamento e a criação de um parque de campismo e autocaravanismo na zona da praia fluvial alcouteneja.

Mas há mais para descobrir nas palavras do autarca e candidato que respondeu a cinco questões do POSTAL.

As respostas do candidato às perguntas do POSTAL

POSTAL (P): Quais as razões determinantes para que se candidate à Presidência da Câmara?
Osvaldo Gonçalves (OG): As razões da minha candidatura prendem-se, essencialmente, com um enorme sentido de missão e a certeza de que lidero uma equipa que protagoniza um projeto ambicioso para o concelho de Alcoutim, com uma visão de futuro assente no objetivo primordial de melhorar as condições de vida dos nossos concidadãos e, simultaneamente, com uma confiança inabalável nas potencialidades do território, onde nasci, cresci e escolhi viver.

Durante estes quase quatro anos, estivemos sempre ao lado dos nossos concidadãos, porque acreditamos que só assim conseguimos resolver os seus problemas e dar resposta às suas necessidades, apostando num trabalho de proximidade e de permanente disponibilidade e diálogo, que é reflexo da nossa forma de ser e de estar na vida. A minha candidatura pretende continuar o caminho que iniciámos neste mandato, um caminho consciente das dificuldades que enfrentamos, mas sobretudo um caminho focado na valorização e promoção daquelas que são as nossas potencialidades enquanto território, e que com toda a certeza são a base do nosso desenvolvimento, assente numa única prioridade – as pessoas.

P: Na sua opinião quais são os problemas fundamentais do concelho?
OG: À semelhança de muitos outros concelhos, Alcoutim enfrenta os desafios resultantes da falta de investimento, que se prolongou durante décadas, em áreas estruturantes, por parte do poder central nos territórios de interior, e que derivou num acentuado processo de despovoamento, que urge continuar a combater, com uma liderança autárquica forte, capaz de defender os interesses das populações junto da tutela. Foi esta atitude que tivemos em relação à Extensão de Saúde de Vaqueiros que fechou em 2013. Não desistimos, insistimos e lutámos, e hoje, é com grande alegria que posso afirmar que a Extensão de Vaqueiros já reabriu e está ao serviço dos que mais precisam.

osvaldo ao alto
O PS aposta na sustentabilidade do investimento autárquico com contas em dia e visão estratégica para o concelho

P: A sua candidatura é a melhor opção para dirigir os destinos da Câmara porquê?
OG: Para liderar este concelho, da forma que, em meu entender, os Alcoutenejos são merecedores, é preciso, antes de mais, conhecê-lo, senti-lo, vivenciá-lo, ser parte dele.

meu quase meio século de vida foi, todo ele, passado no concelho de Alcoutim, conheço as pessoas e o território, com a clareza que o quotidiano nos permite, e por isso, a minha diferença para além da experiência adquirida, radica na capacidade de propor projetos exequíveis e soluções que vão ao encontro das necessidades da população e que nascem e crescem com a maturidade de quem tem os pés assentes na terra, e de quem conhece, profundamente o território, os seus condicionalismos e as suas potencialidades.

P: Quais as grandes propostas diferenciadoras da sua candidatura face  às dos restantes candidatos?
OG: Tendo a consciência que se torna muito difícil responder a esta questão, dado que as outras candidaturas ainda não deram a conhecer as suas propostas, posso afirmar que, no que se refere à minha candidatura, e num território com as características do concelho de Alcoutim, é óbvio que uma das principais linhas de ação prioritárias é o combate ao despovoamento e à desertificação. Não vale a pena pensarmos que existe uma medida milagrosa capaz de inverter, por si só, um percurso de décadas. Esta é uma luta diária, que se faz com um programa de ação fortemente estruturado e coeso, capaz de atrair investimento e fixar população.

Paralelamente a uma ação social atenta e robusta, e aos serviços na área da saúde que são uma necessidade e uma prioridade, entre tantas outras áreas como a habitação, a educação e o emprego, importa dar continuidade a uma estratégia de desenvolvimento sustentável integrada numa visão de futuro que passa, naturalmente, pela otimização das nossas potencialidades e recursos, onde o turismo e as energias renováveis terão, com toda a certeza, um papel predominante.

P: As duas primeiras medidas estruturantes a avançar caso vença as eleições, quais serão?
OG: Tendo em conta aquela que será uma das minhas linhas de acção prioritárias, a continuidade do combate ao despovoamento, as medidas estruturantes nesta matéria, passam claramente por aumentar a capacidade de atração populacional do concelho.

Neste sentido, a aposta na construção de um novo loteamento urbano no concelho e construção de habitação para arrendamento, que permita a fixação das famílias no concelho, e o investimento no turismo de natureza, com a criação de um parque de campismo e caravanismo, em Alcoutim, serão, com toda a certeza algumas das medidas que pretendemos implementar, e que cumulativamente, às restantes iniciativas que integram o nosso programa eleitoral, permitirão o desenvolvimento sustentável do concelho e a melhoria das condições de vida dos alcoutenejos.

Facebook Comments

Comentários no Facebook