Vítor Guerreiro aposta no reforço da oferta cultural e empresarial de São...

Vítor Guerreiro aposta no reforço da oferta cultural e empresarial de São Brás

1004
PARTILHE
vitor guerreiro bx
Vítor Guerreiro procura a reeleição no próximo domingo

Vítor Guerreiro deu continuidade ao trabalho de António Eusébio que durante três mandatos consecutivos dirigiu os destinos da Câmara de São Brás de Alportel e recandidata-se nestas eleições para continuar o trabalho realizado com o seu cunho próprio.

Para o próximo mandato o autarca, nas respostas que deu às questões do POSTAL, aponta a conclusão de projectos e dossiers que implicaram longas negociações com o Governo e confirma a aposta no desenvolvimento de equipamentos culturais e agregadores do desenvolvimento económico local.

A partir das 20 horas do próximo domingo ficaremos a saber se efectivamente terá condições de levar a bom porto as propostas que apresenta para o concelho.

As respostas do candidato às perguntas do POSTAL

POSTAL (P): Quais as razões determinantes para que se candidate à presidência da Câmara?
Vítor Guerreiro (VG): A minha motivação central é continuar o trabalho que temos vindo a desenvolver em prol do desenvolvimento de São Brás de Alportel e do bem estar dos são-brasenses. A vontade de continuar a trabalhar pela minha terra e servir a minha gente é o que norteia a minha actividade.

- Pub -

É por todos e por cada um dos são-brasenses que aceitei o desafio de me recandidatar como presidente da Câmara Municipal. Para irmos ainda mais longe e consolidarmos este grande projecto de desenvolvimento que a nossa terra merece!

Ouvimos diariamente a nossa população, conhecemos os seus problemas e juntos procuramos as melhores soluções.

Aceitei este desafio também porque tenho a melhor equipa, unida, experiente, competente, capaz de responder aos grandes desafios que queremos alcançar nos próximos quatro anos.

Estou consciente de ter honrado os compromissos que assumi com os são-brasenses em 2013, concretizámos muitos projectos e investimos na nossa maior riqueza: as pessoas!

E sinto que tenho o dever de continuar este trabalho!

vitor guerreiro alto
O candidato é apoiado pelo PS na corrida ao único concelho da região com apenas uma freguesia

P: Na sua opinião quais são os problemas fundamentais do concelho?
VG: Como é do conhecimento geral, há muitas áreas que não dependem directamente da autarquia, mas que são fundamentais para a nossa população,

E aí também nunca deixamos de defender os interesses do concelho e dos são-brasenses junto das entidades competentes:

1. A melhoria na Ligação à Via de Infante, a começar pela requalificação da EN 2: durante o próximo ano o governo tem que iniciar o investimento na Requalificação da EN2 para uma melhor ligação ao nó de Faro – Via do Infante. Já fizemos a proposta ao Ministro do Planeamento e Infra-estruturas, que me garantiu que as nossas pretensões vão ser atendidas brevemente. Nesse capítulo recebemos a boa notícia do lançamento do concurso público para construção de uma rotunda no actual entroncamento, que faz a ligação entre Faro e São Brás de Alportel, através da Estrada Nacional (EN 2). Publicado já em Diário da República, o concurso tem um valor base de 260 mil euros e estabelece um prazo de obras de três meses, de acordo com o anúncio do procedimento.

2. A Revitalização do parque de Manobras – Após um longo período de contactos conseguimos que fosse aprovada a utilização daquele espaço pela autarquia: aqui vamos criar um espaço multi-desportos e um centro de formação regional de bombeiros.

3. Sobre o Centro de Medicina de Reabilitação do Sul têm sido muitas as reuniões que tenho tido com o governo na exigência de uma solução para o pleno funcionamento deste centro de excelência: acredito que com a publicação em Diário da República o novo modelo de gestão, integrado no Centro Hospitalar Universitário do Algarve irá permitir ultrapassar muitos dos constrangimentos com que se deparou, nomeadamente a contratação de profissionais.

P: A sua candidatura é a melhor opção para dirigir os destinos da Câmara porquê?
VG:
Estou consciente de ter honrado os compromissos que assumi com os são-brasenses em 2013,concretizámos muitos projectos e investimos na nossa maior riqueza: as pessoas!

E sinto que tenho o dever de continuar este trabalho!

Conheço as dificuldades e tenho o conhecimento de quem está no terreno autárquico há 16 anos e no mundo associativo desde os 14 anos, de quem sempre participou na vida da comunidade são-brasense.

Avançamos para esta candidatura com a melhor equipa, unida, experiente, competente, capaz de responder aos grandes desafios que queremos alcançar nos próximos 4 anos.

Nós temos provas dadas, a população de São Brás de Alportel conhece-nos bem e sabe que pode contar connosco.

Uma equipa composta por pessoas de valor, que conhecem a realidade, que estão comprometidas com a comunidade, com provas dadas de trabalho, no associativismo e no voluntariado. Uma equipa diversificada, que representa todos os setores da nossa comunidade;

Uma equipa aberta à comunidade, onde mais de 30% integram pela primeira vez as nossas listas e mais de 60% não têm filiação partidária! Onde há mais jovens e menos jovens, estudantes, trabalhadores, empresários, artesãos, agricultores…

O cartaz de campanha do PS em São Brás
O cartaz de campanha do PS em São Brás

P: Quais as grandes propostas diferenciadoras da sua candidatura face  às dos restantes candidatos?
VG: O nosso programa de acção para os próximos quatro anos tem inúmeros projectos inovadores nas mais diversas áreas. Deixo-vos apenas alguns exemplos:
A construção do novo Terminal Rodoviário e do novo Espaço Multiusos, projectos que vão impulsionar o desenvolvimento da zona norte da vila; a requalificação da Av. da Liberdade e do Quarteirão 4 olhos, com a criação de uma nova área de comércio e serviços, com um centro de incubação de empresas e empreendedorismo, que vai dar toda uma nova dinâmica económica e social ao centro da vila; e a implementação do Parque Empresarial são alguns exemplos. A fixação de empresas para criar mais emprego e sustentabilidade é uma prioridade, criaremos as condições necessárias ao acolhimento de novos investidores.
A nível turístico, será decisiva a intervenção no Parque da Fonte Férrea, com água todo o ano, a criação de uma praia fluvial, o Centro Interpretativo da Serra do Caldeirão e um conjunto de projectos com os quais vamos potenciar as riquezas do nosso território e defender a nossa floresta do perigo dos incêndios. O Miradouro panorâmico no antigo depósito de água, a adaptação da oficina de mecânica a centro artístico e todo uma série de intervenções para valorizar ainda mais o centro histórico são outros projectos que poremos em marcha. A criação de um núcleo interpretativo da EN2; e de um novo Espaço Etnográfico na vila; e a adaptação do antigo Lagar de Azeite a Oficina de Artes para trazer mais emprego jovem e dinâmica económica são outros projectos inovadores para os quais há muito estamos a trabalhar, pois prometemos apenas o que sabemos que podemos cumprir!
A reabilitação do Parque de Manobras para criar um espaço multi-desportos e um centro de formação regional de bombeiros é outro das apostas que marcarão os próximos quatro anos.

Mas a inovação não se ficará apenas pelas obras, também na área social queremos inovar com novas respostas sociais como a Oficina Social, os pomares comunitários ou o Armazém Social.

Educação, mobilidade, solidariedade, empreendedorismo e sustentabilidade são as palavras-chave da nossa estratégia para os próximos 4 anos, que vai consolidar o desenvolvimento de São Brás de Alportel, como um modelo no país.

PA: As duas primeiras medidas estruturantes a avançar caso vença as eleições, quais serão?
VG: Todas as nossas medidas são para colocar em prática durante o período do próximo mandato. No entanto se me pede duas intervenções prioritárias destacaria em termos, no que toca às infra-estruturas a construção do novo terminal rodoviário e o espaço multiusos que irão impulsionar o desenvolvimento da zona norte da vila, na área social uma das medidas que a iremos implementar imediatamente após as eleições é o rastreio oftalmológico gratuito para crianças do concelho entre os 4 e os 10 anos,

Facebook Comments

Comentários no Facebook