Faleceu o Mendigo Basilius, ícone dos Dias Medievais de Castro Marim

Faleceu o Mendigo Basilius, ícone dos Dias Medievais de Castro Marim

1707
PARTILHE
- Pub -
mendigo basilius2
O ‘Mendigo Basilius’ nasceu na primeira Feira Medieval de Coimbra há 25 anos

O Município de Castro Marim e a equipa dos Dias Medievais em Castro Marim lamentam profundamente “a morte de um dos maiores ícones da história deste evento, o Mendigo Basilius”.

Joaquim Vieira, de 82 anos, faleceu esta quinta-feira, 22 de Setembro, no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. Partiu deixando muitas lições de amor, amizade, profissionalismo, ética e humanidade.

O Mendigo Basilius existia há 25 anos, nascido em 1992 na I Feira Medieval de Coimbra. A lepra alastrava-se pela sua pele e as feridas descobriam-se nos braços e pernas, fraco, cansado, pedia ou ofereciam-lhe algumas moedas, que este entregava, em cada Feira Medieval, a instituições locais.

- Pub -

“Em 2015, em jeito de homenagem, tributo e retribuição, no âmbito de uma exposição de fotografia sobre o seu percurso, oferecemos-lhe uma pintura do artista plástico Carlos Luz”, explica a autarquia castromarinense.

mendigo basilius1
O ‘Mendigo Basilius’ junto a uma pintura do artista plástico Carlos Luz oferecida pela Câmara de Castro Marim

“Há gente que fica na história da gente e deixa saudade”, é como canta a nossa madrinha e embaixadora do Festival de Lucía, e são as palavras que personificam o nosso sentimento.

A Câmara de Castro Marim endereça “os sentidos pêsames à família e aos amigos por esta inestimável perda”.

- Pub -