Homem suspeito de tentar matar outro a tiro fica em prisão preventiva

Homem suspeito de tentar matar outro a tiro fica em prisão preventiva

785
PARTILHE
algemas
Homem vai aguardar julgamento em prisão preventiva

Um homem suspeito de tentar matar a tiro outro, ferindo-o no rosto, na passada terça-feira na zona da Penha, em Faro, vai aguardar julgamento em prisão preventiva, anunciou esta sexta-feira, 29 de Setembro, a Procuradoria da Comarca de Faro.

“O arguido é suspeito (…) de se ter abeirado de um veículo automóvel e de ter disparado uma pistola contra um passageiro, acertando-lhe na cabeça”, lê-se na página da internet da Procuradoria.

De acordo com aquele órgão judicial, o tiro terá sido disparado a meio metro de distância, tendo a vítima, instintivamente, conseguido desviar a arma, o que evitou a sua morte.

O homem, de 24 anos, foi detido pela Polícia Judiciária e ouvido em primeiro interrogatório judicial na quinta-feira, tendo-lhe sido aplicada a prisão preventiva, a medida de coacção mais gravosa.

Segundo a Procuradoria de Faro, o suspeito está indiciado pelo crime de homicídio qualificado na forma tentada.

Aquando da detenção do alegado agressor, fonte policial explicou à Agência Lusa que o crime poderá ter tido origem num ajuste de contas relacionado com o tráfico de droga, ressalvando, contudo, não haver uma causa directa para a tentativa de homicídio.

Segundo a mesma fonte, o homem foi baleado quando estava sentado dentro de um carro estacionado junto a uma padaria, no banco da frente, ao lado do condutor, tendo o agressor disparado e fugido de seguida num veículo conduzido por uma outra pessoa.

A vítima foi transportada para o Hospital de Faro, tendo depois sido transferida para um hospital de Lisboa para ser submetida a uma cirurgia maxilofacial.

A Penha, zona onde ocorreu o crime, é um bairro residencial próximo da Universidade do Algarve.

Facebook Comments

Comentários no Facebook