Primeira licenciatura certificada em acupunctura arrancou esta semana em Setúbal

Primeira licenciatura certificada em acupunctura arrancou esta semana em Setúbal

706
PARTILHE
acupuntura
O uso da acupunctura e da moxabustão está implementado e aprovado oficialmente em 103 países

A primeira licenciatura em acupunctura, certificada pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES), começou esta semana no Instituto Politécnico de Setúbal (IPS), no âmbito da regulamentação das terapêuticas não convencionais, disse fonte da instituição.

À margem do fórum de cooperação de Medicina Tradicional Chinesa, em Macau, a subdirectora da Escola Superior de Saúde Ribeiro Sanches, Mónica Teixeira, explicou esta quarta-feira, 27 de Setembro, que as áreas de osteopatia, acupunctura, fitoterapia, naturopatia e quiropraxia estão “totalmente regulamentadas em Portugal” com portarias respectivas aos conteúdos funcionais para os profissionais nestas áreas.

O curso de licenciatura em acupunctura no IPS, primeira instituição pública de ensino superior a disponibilizar oferta nesta área de conhecimento, é de quatro anos.

“Só um licenciado pode requerer cédula profissional à Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS)” do Ministério da Saúde, sublinhou Mónica Teixeira à Agência Lusa, acrescentando que só depois de publicadas as portarias que regulamentam os ciclos de estudo foi possível apresentar uma candidatura para leccionar este curso.

Comentários no Facebook