Eles são jovens e estão a ressuscitar os velhos sabores da agricultura...

Eles são jovens e estão a ressuscitar os velhos sabores da agricultura tradicional

2566
PARTILHE
luis sabbo
Luís Sabbo é um exemplo entre os jovens agricultores da região

Cerca de 500 jovens agricultores instalaram-se no sector agrícola no quadro passado de projectos PRODER e “metade desses jovens apresentou projectos relacionados com a agricultura tradicional”, refere ao POSTAL Fernando Severino, director regional da Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve (DRAP Algarve).

Licenciados em Agronomia, Engenharia Biomédica, Farmacêutica, Engenharia Mecânica e muitos outros cursos nas mais diversas áreas, os novos agricultores interessam-se em ressuscitar os velhos sabores da agricultura regional, completando a cultura tradicional com as novas tecnologias.

“Interessam-se pela alfarrobeira, pela medronheira, pelo figo fresco e pelo próprio pêro de Monchique. Demonstram muito interesse em todas as variedades que temos aqui”, refere Fernando Severino. Os citrinos continuam a ser uma das fortes apostas destes jovens agricultores que, no entanto, começam também a interessar-se pelos frutos vermelhos, os frutos tropicais, os diospiros ou até mesmo pelo mel.

O director regional da DRAP Algarve considera muito importante este interesse por parte dos jovens, pois estes “têm uma formação superior àquela que tinham os agricultores tradicionais e por isso vêm certamente enriquecer o sector agrícola”. Uma opinião partilhada por Florentino Valente, engenheiro da DRAP Algarve, que considera “a juventude como o futuro da humanidade e por isso é muito importante que os jovens dêem continuidade ao sector, demonstrando sempre amor e carinho pelos produtos da terra e por aquilo que os nossos antepassados nos deixaram”.

Jovem agricultor de Tavira foi condecorado em 2015 pelo Presidente da República com a Ordem de Mérito Empresarial Agrícola

Comentários no Facebook