Olhão associa-se ao exercício nacional ‘A Terra Treme’

Olhão associa-se ao exercício nacional ‘A Terra Treme’

259
PARTILHE
- Pub -
2017-198-a-terra-treme
Exercício procura promover a discussão e a aprendizagem sobre como agir antes, durante e após um sismo

Esta sexta feira, dia 13 de Outubro, Dia Internacional para a Redução de Catástrofes, às 10.13 horas, todas as pessoas, onde quer que estejam, estão convidadas a participar no exercício nacional “A Terra Treme”.

Este é um exercício público que visa sensibilizar e capacitar cada indivíduo para saber o que fazer em caso de sismo. Trata-se de três gestos simples, que podem fazer a diferença entre a vida e a morte.

“A Terra Treme” tem a duração de um minuto, durante o qual os participantes, individual ou colectivamente (famílias, escolas, empresas, instituições públicas e privadas) executam os três gestos de autoprotecção: Baixar, Proteger e Aguardar.

- Pub -

Em caso de sismo, as pessoas devem baixar-se sobre os joelhos, posição que evita que possa cair; proteger a cabeça e o pescoço com os braços e as mãos e procurar abrigar-se, nomeadamente sob uma mesa resistente; aguardar até que a terra pare de tremer.

Promovido pela Autoridade Nacional de Protecção Civil, em parceria com diversas entidades públicas e privadas, este projecto enquadra-se nos objectivos da Estratégia Internacional para a Redução de Catástrofes das Nações Unidas, pretendendo envolver as diferentes comunidades na preparação para o risco sísmico.

Para além da prática dos três gestos, no minuto definido para o exercício, “A Terra Treme” procura promover a discussão e a aprendizagem sobre como agir antes, durante e após um sismo.

Toda a informação sobre o projecto está disponível no site www.aterratreme.pt.

- Pub -