Sons da Frente cancela festival no Algarve e muda-se para Lisboa

Sons da Frente cancela festival no Algarve e muda-se para Lisboa

453
PARTILHE
- Pub -
Sons da Frente
Empresa especializada em concertos e programação cultural foi fundada este ano

A empresa Sons da Frente, fundada este ano e especializada em concertos e programação cultural, emitiu uma nota de imprensa onde anuncia o cancelamento do ‘Algarve Indoors Fest’, que tinha data marcada para o último fim-de-semana de Março de 2018, e a mudança da empresa para Lisboa.

No comunicado, a Sons da Frente refere que “esta alteração estratégica surge como resposta a um contexto que se revelou adverso devido à falta de apoio logístico da autarquia de Faro e de outras entidades”. A empresa lamenta ainda “ter constatado vários entraves à integração de novos investimentos para a região por ser uma empresa formada por profissionais não locais”.

Falta de apoio tornou inviável a realização do ‘Algarve Indoors Fest’

Assim termina “a nossa genuína vontade de trazer mais música para o Algarve, especialmente numa altura do ano em que a região precisa de dinâmica e investimento”. Relativamente ao cancelamento do festival, a empresa garante que “nunca solicitou nada a entidades públicas para além de apoio logístico, algo que não foi possível e tornou inviável a realização de um evento de grande dimensão”.

A mudança para Lisboa vem no surgimento de “uma oportunidade para investir num ambiente sem lobbys e interesses instalados”. Aos apoiantes algarvios, a Sons da Frente deixa a promessa de “novos projectos, novas ambições e novidades em breve”.

(Cátia Marcelino / Henrique Dias Freire)