Vitorino e Flor de São dão concerto inédito no Cine-Teatro Louletano

Vitorino e Flor de São dão concerto inédito no Cine-Teatro Louletano

562
PARTILHE
flor de sal e vitorino
No concerto será reinventado o repertório de ambos os artistas, bem como afinidades e influências comuns

O Cine-Teatro Louletano acolhe na próxima terça-feira, 31 de Outubro, pelas 21.30 horas, um concerto inédito que junta o prestigiado intérprete Vitorino Salomé e sua banda ao duo Flor de Sal, composto por Ana Figueiras e Zé Francisco, no âmbito do ciclo musical “O Longe é Aqui” (VIII).

O Cine-Teatro continua assim a apostar no lançamento de novos desafios a projectos musicais locais, juntando-os a reconhecidos nomes do panorama nacional. Desta vez, privilegia-se o universo da música tradicional e da world music ao propor o encontro entre o duo Flor de Sal e Vitorino, num diálogo em que será reinventado o repertório de ambos, bem como afinidades e influências comuns.

“Composta por cristais leves, em forma de palheta, de uma brancura extrema, esta flor forma-se na superfície das pequenas peças da salina. A sua grande vantagem é o sabor que desperta nos alimentos (em vez do insípido sal refinado), afinando temperos e apurando prazeres.” Trazida à luz da nossa realidade, e inspirada por esta paisagem intemporal espalhada pelas terras algarvias, nasce o projecto “Flor de Sal”. Um duo que começou em 2014 e que dois anos depois fez a apresentação oficial do seu primeiro disco “Flor de Sal” no Cine-Teatro Louletano.

Zé Francisco, assumindo-se como cantautor e contador de histórias ligadas ao mar, à sua faina, à nostalgia e ao amor que ele inspira, faz-se acompanhar da flautista Ana Figueiras, que com a sua experiência na área da música clássica e antiga, seu talento e afecto, contribui para uma interpretação fresca e inspiradora, não só da música de cariz tradicional portuguesa, mas também desta miscelânea de sabores que resulta na fusão entre diferentes géneros de músicas do Mundo.

Comentários no Facebook