Albufeira lança campanha de prevenção da lagarta do pinheiro

Albufeira lança campanha de prevenção da lagarta do pinheiro

282
PARTILHE
A lagarta do pinheiro pode originar graves problemas de saúde pública

A Câmara de Albufeira deu início a uma campanha de prevenção e controlo da Thaumetopoea pityocampa, vulgarmente conhecida como lagarta do pinheiro ou processionária, que se desenvolve nos pinheiros do concelho. Esta acção, que passa pela informação e sensibilização dos munícipes, é realizada anualmente, no Outono, com o objectivo de evitar a formação de ninhos.

Conforme explica a autarquia de Albufeira, “a lagarta do pinheiro é uma espécie com grande impacto negativo em pessoas, animais e nos próprios pinheiros, encontrando-se muito disseminada em Portugal. A processionária pode originar graves problemas de saúde pública devido à acção urticante dos pelos, que produzem reacções alérgicas ao nível da pele, do globo ocular e do aparelho respiratório, podendo provocar enfraquecimento e vertigens e, em situações extremas, levar à morte”.

Caso tenha pinheiros em casa ou nos arredores deve ter alguns cuidados, dependendo da época do ano. De Janeiro a Maio, as lagartas atingem o seu desenvolvimento completo, abandonam os ninhos e dirigem-se em procissão (daí o nome de processionária) para o solo, onde se enterram para passar à fase seguinte de crisálida e evoluir para insecto que emerge no verão, completando o seu ciclo anual. A destruição mecânica das lagartas é, nesta altura, o método mais eficaz a usar. Entre Junho e Setembro, aconselha-se a utilizar armadilhas iscadas para capturar os machos (borboletas). Durante o período de Outono, de meados de Setembro a Novembro, os tratamentos químicos são bastante eficazes. Já no Inverno, de Outubro a Dezembro, as lagartas constroem os ninhos que, por vezes, estão a alturas inalcançáveis, sendo necessários recorrer ao uso de varas e escadas para os remover. Caso detecte ninhos em pinheiros, estes deverão ser destruídos e não deve entrar em contacto com os mesmos. Se verificar a presença de ninhos ou de lagartas na via pública ou em escolas entre em contacto com a Divisão de Ambiente, Higiene Urbana e Espaços Verdes da Câmara de Albufeira.

A autarquia recomenda que “evite zonas com pinheiros, sobretudo nos meses de Janeiro a Março; não toque nas lagartas nem nos seus ninhos; mantenha as crianças e os animais afastados destes locais; informe as crianças que não deverão aproximar-se nem mexer nas lagartas e nos ninhos”.

Além das campanhas informativas e de sensibilização, a Câmara de Albufeira promove, desde 2013, o Projecto Chapim, que consiste na colocação de ninhos para chapins em diversas zonas e estabelecimentos de ensino do concelho com o intuito de controlar a proliferação da lagarta do pinheiro. Os chapins são aves que se alimentam da processionária, permitindo aliar o controlo biológico deste insecto à preservação dos habitats e da biodiversidade.